COMO MELHORAR PRODUTIVIDADE E RESOLUTIVIDADE DE PROBLEMAS EM 2023?

Ano novo chegando e os que desejam melhorar sua produtividade e até a forma de se lidar com os problemas precisam conhecer três exercícios podem contribuir com todo o processo, são eles: a respiração, a percepção e o silêncio. O método foi exemplificado pelo escritor e treinador de Alta Performance, Rodrigo Cardoso.

Rodrigo Cardoso inicialmente pede que o indivíduo se questione qual seu problema do momento, e já pontua que a maioria das pessoas vai procurar respostas no cérebro voltadas a problemas financeiros, de saúde e até amorosos, no entanto, nenhuma responde ao questionamento daquele momento em si. “É provável que os problemas que você esteja desenhando na cabeça sejam relacionados a situações do passado, ou estejam relacionados com a ansiedade com os desejos e anseios do seu futuro. Mas, no momento presente, quando você entra nessa dimensão “do aqui, do agora” você entra em um lugar especial, de paz, onde tudo é perfeito, e não importa as condições externas, falando de você dentro de você”, destacou.

A ação de olhar para dentro de si, por sua vez, não significa, de acordo com o especialista, ser negligente com o que precisa ser resolvido, e sim um convite para entrar em uma dimensão presente, um espaço seguro, de zero problemas, onde respostas para anseios futuros são encontradas, bem como para minimizar dores do passado.

As três chaves para os portais da dimensão do presente

Rodrigo Cardoso, por sua vez, além de citar as chaves que podem contribuir nesse autoconhecimento, deu detalhes e exemplificou cada uma delas.

A primeira é a respiração, de acordo com ele, esta reflete um exercício espiritual muito poderoso, sendo a primeira ação quando viemos ao mundo físico e provavelmente a última que ocorrerá.  “A respiração traz você para refletir sobre a real situação que você está vivendo. Será que você é grato pelo corpo que tem? pelo ar que você respira? pela liberdade que você tem? Será que quando você entra no momento presente você é grato pela sua saúde, pelas pessoas em sua volta, pelas vitórias do passado que você já teve?”, perguntou.

Em suas falas, o escritor entra no segundo tópico: a percepção, que está relacionada aos cinco sentidos, o tato, o paladar, a visão, a audição e o olfato. “É você olhar o que está a sua volta, olhar uma flor, perceber um animal, sentir os cheiros, o som, quando você para para prestar atenção nesses sentidos, também o paladar e do tato, você diminui um pouco do ruído interno, a voz do ego, que não para de falar.

Seguindo um processo de interligação, a chave dois diz respeito em muitos aspectos a segunda, uma vez que ela está relacionada com a voz do ego, presente no nosso cérebro e que todos os seres humanos, por mais que achem que não, possuem. “Essa voz existe para nos proteger, ela vem da nossa ancestralidade, desde que descobrimos as palavras, os símbolos, a comunicação, essa voz interior existe. É algo visceral, instintivo. E algumas pessoas, que não perceberam isso ainda, deixam essa voz tomar conta e vivem as suas vidas com medo, pouco se arriscam, não entram em alta performance, não buscam melhorar, porque é mais seguro estar na zona de conforto”, completou.

Rodrigo finalizou dizendo que o exercício para esta chave é, na verdade, fazer nada além de reconhecer que a voz existe, pois, uma vez que você percebe a atuação dela, ela começa a silenciar, a diminuir e é nesse silêncio que você inicia a escutar sons externos que não se atentava antes. “Quando você silencia essa voz, você acessa sua essência, sua verdade, e é lá onde existe a paz, onde existe a sua sabedoria interna, onde existem todas as respostas […] A paz genuína só acontece no momento aqui agora”, enfatizou.

 

Foto:  Escritor e treinador de Alta Performance, Rodrigo Cardoso.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PODCAST PANORAMA DE NEGÓCIOS TEM COMO TEMA MOBILIDADE URBANA INTELIGENTE DE FORMA SUSTENTÁVEL

Neste episódio do podcast Panorama de Negócios vamos falar sobre mobilidade urbana inteligente de forma …

Facebook
Twitter
LinkedIn