FERMAC INTERNATIONAL É RESPONSÁVEL PELA LOGÍSTICA DA PRIMEIRA REMESSA DE CARNE IN NATURA AOS ESTADOS UNIDOS

A Fermac International, com sede em Valinhos (SP), empresa com ampla experiência no transporte e desembaraço de cargas perecíveis  foi a empresa responsável pelo primeiro embarque da carne in natura brasileira aos EUA. A primeira remessa brasileira de carne in natura produzida pela Divisão Beef da Marfrig Global Foods em solo americano, ocorreu no final de setembro, 45 dias após a assinatura da abertura do mercado entre Brasil e Estados Unidos. Segundo a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de carne (ABIEC), a cota de exportação para os Estados Unidos é de 65 mil toneladas, mas o potencial exportador é ainda maior podendo chegar a 100 mil toneladas ou mais de US$ 420 milhões, cerca de R$ 1,4 bi.

SONY DSC

O Brasil ainda pode ter muito a ganhar com as exportações. Segundo o Superintendente do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) no Estado de São Paulo, Francisco Jardim, a maior conquista da abertura do mercado norte-americano é a possibilidade de o Brasil ocupar espaço na exportação de carne para o consumo de países asiáticos, como Japão e Coreia do Sul. “Se conseguimos cumprir as exigências para a entrada da carne brasileira nos EUA, poderemos chegar a este gigante mercado asiático”, prevê.

Após consolidar-se como a primeira empresa a chegar aos Estados Unidos, a Marfrig trabalha para ampliar a disponibilidade de seu produto para os consumidores estrangeiros. “A pecuária brasileira tem uma capacidade fantástica para aumentar sua produção mundial e abrir novos mercados para a carne in natura produzida aqui, na esteira da abertura do mercado norte-americano e seu efeito positivo sobre México, Canadá e outros mercados de alto valor agregado”, disse o CEO da Divisão Beef da Marfrig, Andrew Murchie.

A logística é um diferencial de competitividade importante para se atingir todos os níveis desse potencial exportador do Brasil, seja com os Estados Unidos ou com outros mercados com alto potencial de crescimento, como a Ásia. Segundo a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), o custo logístico no Brasil corresponde a aproximadamente 12% do PIB, o que torna essa variável bastante considerável no custo final das exportações brasileiras de carne.

O diretor comercial da Fermac International, Marco Aurélio Soares, acompanhou de perto todas as operações do embarque da primeira remessa produzida pela Marfrig, realizado no final de setembro, no Aeroporto de Guarulhos, e disse que a Fermac  possui total expertise quando se trata do que chamamos da cadeia do frio.  “Considero o fluxo de informações como o principal fator para tornar a logística da ‘cadeia do frio’ eficiente. O monitoramento deve ser 24 horas por dia, sete dias na semana. Qualquer ruído no caminho necessita a intervenção do

SONY DSC

operador logístico para o sucesso da operação”, explica.

A Fermac International é uma empresa 100% brasileira, com sede em Valinhos, especializada na prestação de serviços em comércio exterior. Com uma equipe de profissionais de multinacionais de logística, atua com foco principal nas áreas de agenciamento internacional de cargas e desembaraço aduaneiro, nos modais aéreo, marítimo e rodoviário. Com ampla rede de parceiros no exterior, a empresa oferece soluções logísticas personalizadas aos seus clientes buscando como resultado aperfeiçoar e otimizar seu processo logístico.

A empresa possui equipes dedicadas para atender cada etapa do processo logístico (door to door). Desenvolve soluções logísticas para cada cliente individualmente com flexibilidade e agilidade no processo.  Total know how na logística de perecíveis. Comprometimento da equipe, para o sucesso de todas as metas.

 

Foto 1 – Diretor comercial da Fermac International, Marco Aurélio Soares.

Foto 2 – Sede da Fermac International em Valinhos.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PODCAST PANORAMA DE NEGÓCIOS TEM COMO TEMA MOBILIDADE URBANA INTELIGENTE DE FORMA SUSTENTÁVEL

Neste episódio do podcast Panorama de Negócios vamos falar sobre mobilidade urbana inteligente de forma …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn