GESTÃO DE PESSOAS: O DESAFIO CONTEMPORÂNEO DAS EMPRESAS DE INOVAÇÃO

ARTIGO DE RODRIGO HULSENBECK

Cada vez mais as empresas de tecnologia com perfil dinâmico e inovador têm se destacado no mercado de trabalho e chamado a atenção de colaboradores que desejam ser inseridos nesse ambiente. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES), o setor que envolve serviços, exportações, softwares e hardware cresceu 22,9% nos últimos dois anos. O segmento de TI do Brasil está entre os dez maiores da América Latina.

Muitas empresas gostam de se inspirar no modelo de trabalho do Google, com um espaço interno separado para “descompressão”, sala de jogos, máquinas de comida, horários flexíveis e muitas optam pelo modelo híbrido de trabalho. Essa proposta e ambiente diferenciado chamam a atenção de pessoas que buscam um ambiente diversificado e com mais liberdade. Neste contexto, o gestor tem também desafios, porque precisa não só preparar e integrar sua equipe, mas também gerenciar pessoas em modelos totalmente distintos de atuação, com expectativas diferentes.

Quando um novo colaborador é inserido na empresa, ele precisa compreender a missão e cultura que vai estar vivendo, para poder abraçar e trabalhar para o funcionamento do todo. Essa parte de inserção, precisa estar alinhada tanto com o colaborador, quanto para o líder. É fácil, com o crescimento das equipes, que a essência dessa cultura seja deixada de lado para abrir portas apenas para a produtividade e entrega. A cultura é base de tudo, o maior desafio sempre vai ser lidar com as pessoas. Elas têm pensamentos diferentes, mas dentro da empresa todos precisam andar no mesmo caminho. Por isso, a nossa missão é fazer com que a cultura seja preservada, independentemente do crescimento.

Com a expansão das equipes internas, manter a proximidade é desafiador, mas tirar um tempo para conversar com as pessoas, ter um olhar voltado às necessidades delas é fundamental. Mais do que a cultura Google, sua empresa precisa preservar a própria cultura estabelecida desde o princípio. E se isso implica em um ambiente descontraído, não tenha medo de seguir nesta linha. Investir em uma boa estrutura pro profissional é fundamental: boas máquinas, espaço confortável é o mínimo que deve ser oferecido.

Aqui tem bolo, tem refri e energético liberado e temos as goldens retriever Cake e Summer, que fazem parte da equipe e seguirão aqui, porque acreditamos nos benefícios do convívio com os colaboradores. Tudo isso, sem perder a cultura simples e próxima e seguindo sempre o ditado: Liberdade com responsabilidade. Não tenha receio de manter as características que fazem da sua empresa uma marca empregadora diferenciada.

 

Rodrigo Hulsenbeck é CEO da PremierSoft

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

RECORDE DE DEMISSÕES VOLUNTÁRIAS E VALORIZAÇÃO DE BENEFÍCIOS FLEXÍVEIS PELAS GEN Z E Y

Em 2023, o Brasil testemunhou um recorde de demissões voluntárias, resultando em mais de 7,3 …

Facebook
Twitter
LinkedIn