NISSAN E INMETRO DIVULGAM EFICIÊNCIA E CONSUMO DOS CARROS DOS JOGOS RIO 2016

A Nissan do Brasil e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) firmaram parceria para exibir as etiquetas que informam os níveis de eficiência energética e emissão de gases nos carros de passeio que compõem a frota do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 e dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, durante o período dos eventos.Nissan_Fleet_Delivery_Rio2016__10_

A medida visa utilizar a importância mundial do evento para mostrar que a transparência na divulgação dos níveis de consumo de combustível e emissões de gases poluentes à atmosfera na indústria brasileira é uma realidade e um assunto muito importante tanto para a Nissan do Brasil, patrocinadora dos Jogos Rio 2016, quanto para o Inmetro. A Nissan cederá os 4.200 veículos da frota do evento. “Todos os carros de passeio que produzimos no Brasil têm nota “A” no Programa de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro e já saem das concessionárias com as devidas etiquetas. O Nissan Kicks, que é o carro oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, também chegará às lojas no dia 5 de agosto como a nota máxima de eficiência energética. Isto mostra nosso comprometimento com o desenvolvimento de tecnologias modernas no país e faz parte da missão da Nissan de promover a mobilidade inteligente em todo o mundo”, afirma François Dossa, Presidente da Nissan do Brasil.

Até mesmo o Nissan Kicks, o carro oficial dos Jogos Rio 2016 que é o carro comando do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, e que será lançado oficialmente somente no dia 5 de agosto, já conta com suas notas de eficiência e emissão aferidas pelo Inmetro, ambas A – a mais alta possível, além do selo do Conpet dado a veículos leves e concedido aos modelos que participam do programa de etiquetagem que atingem grau máximo de eficiência energética.

Os compactos March e Versa, produzidos no Complexo Industrial da Nissan em Resende, no Estado do Rio de Janeiro, e o sedã Sentra, importado de México, tanissanunnamed (12)mbém exibirá suas etiquetas do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), elaborado pelo Inmetro. “Essa é uma excelente oportunidade de mostrar ao mundo que o Brasil está inserido em questões ligadas ao meio ambiente, colocando o país na vanguarda em práticas sustentáveis. O consumidor já percebeu que a decisão de comprar um automóvel hoje vai além do design e do preço. Ele já pode escolher o modelo mais eficiente, mais limpo e que vai custar menos para o bolso durante o tempo útil de vida do carro. Ao fazer a melhor escolha, o cidadão também estimula a justa concorrência e o desenvolvimento da indústria nacional”, afirma Alfredo Lobo, Diretor de Avaliação da Conformidade do Inmetro.

O PBE foi lançado em 2008 e desde então avalia os veículos produzidos no Brasil, que recebem a etiqueta com faixas coloridas de ‘A’ (mais eficiente) até ‘E’ (menos eficiente). O programa está no seu oitavo ciclo e hoje conta com participação recorde desde a sua criação: todas as montadoras e importadoras aderiram e, com isso, 90% dos carros comercializados no País trarão a informação de eficiência de consumo e emissão de gases, tanto poluentes como de efeito estufa (CO2). A princípio, a regra já atinge 795 modelos e versões. Ao longo do primeiro semestre do ano, outros 131 modelos e versões foram incluídos, fechando 2016 com 926 veículos enquadrados no programa.

A tabela do PBEV, com a lista de todos os modelos e a suas respectivas classificações, está disponível na página do Inmetro na internet (www.inmetro.gov.br/pbe), no link “Tabelas de Eficiência”. A consulta também pode ser feita de forma interativa na página do Conpet, (www.conpet.gov.br/consultacarros) ou por meio de aplicativo para smartphones Android ou IOS (por meio de QR Code na etiqueta) sob o título ‘Etiquetagem Veicular’, que ajudará o consumidor a escolher os carros mais eficientes comparativamente.

A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa produz automóveis na fábrica da Aliança Renault Nissan, em São José dos Pinhais, no Paraná, desde 2002, e investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March e o Nissan Versa e os motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V.

A Nissan do Brasil é patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A parceria contempla o fornecimento de cerca de 4.200 veículos de diversos tipos que irão atender às necessidades dos Jogos e do Time Brasil. Além da parceria com o evento, a Nissan também patrocina o Revezamento das Tochas Olímpica e Paralímpica Rio 2016. A participação da Nissan nos Jogos Rio 2016 se dá, ainda, por meio do Time Nissan, programa de mentoria a 31 atletas brasileiros que buscam classificação e destaque nos primeiros Jogos Olímpicos e Paralímpicos sediados no Brasil. São mentores do grupo Hortência Marcari, maior ídolo do basquetebol feminino brasileiro, e Clodoaldo Silva, dono de 13 medalhas em Jogos Paralímpicos.

 

Foto 1 – Veículos da Nissan do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 e dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Foto 2 – Nissan Kicks, o carro oficial dos Jogos Rio 2016.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CCB E ABCERAM LANÇAM CURSO EAD DE INTRODUÇÃO À INSTALAÇÃO DE MATERIAIS REFRATÁRIOS

O curso de “Introdução à Instalação de Materiais Refratários”, promovido através da parceria entre o …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn