PESQUISA DA SUPERDIGITAL REVELA REDUÇÃO DE CONSUMO DAS CLASSES C E D NO ESTADO DE SÃO PAULO

O estado de São Paulo registrou queda no consumo de 34% em fevereiro, em comparação com o mês anterior, segundo a pesquisa de Hábitos de Consumo das Classes C e D da Superdigital, fintech do Santander. A maior redução foi nos gastos com Prestadores de Serviços (-61%), seguido pelas categorias Lojas de Artigos Diversos (-40%), Diversão e Entretenimento (-31%) e Companhias Aéreas (-30%). Contudo, houve avanço nos gastos com Combustíveis (8%).

A queda foi superior à registrada em todo o Brasil que apontou que os brasileiros das classes C e D gastaram em fevereiro 28% menos que em janeiro. O levantamento, baseado nas transações feitas pelos clientes, é mensal e tem o objetivo de traçar o perfil do consumidor.

Os dados por região apontam que o maior recuo foi no Sudeste do País, com queda de 31%, seguido por Nordeste e Centro-Oeste, onde a diminuição do consumo foi de 25%, Norte (-21%) e Sul (-10%).

De acordo com Luciana Godoy, CEO da Superdigital no Brasil, “devemos, primeiro, lembrar que além de fevereiro ser um mês com menos dias, tivemos um Carnaval sem festas, com boa parte da população em casa, gastando menos. Além disso, em janeiro, algumas pessoas ainda puderam contar com uma sobra no orçamento pelo pagamento da segunda parcela do 13° salário, além do auxílio emergencial, que foi pago até dezembro”, explica ela.

As maiores variações registradas entre fevereiro e janeiro foram nas categorias Prestadores de Serviços (-50%), Serviços (-45%) e Lojas de Artigos Diversos (-33%). O único setor em que houve aumento de gastos foi Combustível, com uma variação positiva de 7%.

Em fevereiro, 33% do consumo ocorreu em Supermercados, 3 pontos percentuais a mais que em janeiro, seguido por Restaurantes (12%), Lojas de Artigos Diversos (11%) e Serviços (9%).

A Pesquisa de Hábitos de Consumo das Classes C e D da Superdigital também traz tendências sobre o comportamento do consumidor: em fevereiro, as compras físicas recuaram em quase todos os itens, dando espaço ao e-commerce.

 

Foto: Luciana Godoy, CEO da Superdigital no Brasil.

Crédito: Divulgação

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

TOLEDO DO BRASIL DESENVOLVE BALANÇA PARA O PEQUENO COMÉRCIO

Para atender a demanda de rotisseries, açougues, sorveterias, hortifrutis, mercearias e minimercados, que normalmente não …

Facebook
Twitter
LinkedIn