TURISMO DE NEGÓCIOS FOMENTA TAXA DE OCUPAÇÃO NO BLUE TREE TOWERS VALINHOS

O turismo de negócios se fortalece cada vez mais na Região Metropolitana de Campinas (RMC) com um crescimento significativo no número de pessoas que viajam exclusivamente por interesses profissionais movimentando a economia. A realização de eventos corporativos como feiras, congressos, workshops, convenções, cursos, conferências, rodadas de negócios , simpósios, plenárias, entre outros, fortalecem uma demanda na rede hoteleira durante os dias de semana. Muitas vezes empresas realizam treinamentos de seus funcionários, promovem networking por meio de eventos visando novas parcerias e novos fornecedores além de outras estratégias.

O Blue Tree Towers Valinhos (SP) conhecido por sua excelência no atendimento, conforto e serviços de alta qualidade tem registrado e ampliado a sua ocupação por conta do turismo de negócios durante a semana e com eventos sociais e esportivos no final de semana. O gerente geral do Blue Tree Towers Valinhos, Thiago Medeiros, disse em entrevista ao jornalista Milton Paes, do Panorama de Negócios, que a unidade conta com 126 apartamentos e sala de eventos que comporta 150 pessoas.

Segundo Thiago Medeiros, Valinhos até antes da pandemia era uma cidade considerada por muitos como dormitório, mas esse paradigma vem sendo quebrado nos últimos quatro anos, principalmente no pós-pandemia. “As empresas que estão ao redor começaram a ter uma demanda maior  em turismo de negócios. Hoje de segunda à quinta-feira o hotel, exclusivamente, tem esse foco em atender essas empresas”, diz.

Na terça-feira e na quarta-feira o pico de ocupação atinge entre 98% e 100% com convenções, comemoração de meta comercial das empresas com seus time, treinamento, entre outros. Na segunda-feira e na quinta-feira a ocupação chega a 80%. “Hoje as empresas de Vinhedo, Paulínia e Campinas, mas mais empresas que não são da Metrópole, a gente tem uma demanda importante de empresas de vários seguimentos internacionais. Às vezes não parece que Valinhos tenha tanta demanda internacional, mas a gente tem empresas pequenas de todos os países como China, Alemanha e França”, destaca.

No final de semana a demanda por ocupação do hotel já muda. Segundo o gerente geral da unidade o foco são mais eventos mais sociais. “A ocupação nos finais de semana incluem casamento, formatura, eventos esportivos como beach tennis, outros eventos como a festa do figo. A cada quatro sábados, três chegam a 100% de ocupação. Na média, a ocupação no final de semana varia entre 60% e 70%”, diz.

Com localização privilegiada há apenas 90 km da cidade de São Paulo, próximo à Rodovia Anhanguera, principal acesso para a cidade do interior paulista, e ao lado do Shopping Valinhos, a unidade oferece uma experiência única com apartamentos nas categorias suíte e luxo, além de espaço fitness, restaurante com cardápio variado e ampla sala de eventos. “O nosso foco hoje é ter um serviço diferenciado para atender o nosso público. A gente não fala que é um hotel cinco estrelas, mas procuramos ter um serviço da mais alta categoria que possa dar a esses clientes”, reforça.

Thiago Medeiros conta que o Blue Tree Towers Valinhos fechou o ano de 2023 com resultados positivos. “Houve um crescimento de 24% no faturamento em 2023 em comparação a 2022. Na verdade, 2022 foi um divisor de águas do pós-pandemia e a diária média pela oferta e procura da região, a gente cresceu 34% em 2023 frente a 2022. Há uma perspectiva muito positiva para 2024 de crescer mais 12%. Se somar os dois últimos anos estamos falando de mais de 30% de faturamento”, finaliza.

 

Foto 1 – Gerente geral do Blue Tree Towers Valinhos, Thiago Medeiros.

Foto 2 – Vista da área externa de um apartamento do Blue Tree Towers Valinhos.

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

OS BENEFÍCIOS DA INTERGERACIONALIDADE NO MERCADO DE TRABALHO

O mercado de trabalho passa constantemente por transformações significativas, e uma das mudanças que está …

Facebook
Twitter
LinkedIn