COMO MONTAR UMA MALA FUNCIONAL E OTIMIZADA PARA AS FÉRIAS

A consultora de estilo, Jana Romanini, dá dicas importantes que vão facilitar essa tarefa e fazer você parecer um viajante profissional. “Organização é a palavra-chave, por isso decida que tipo de passeios pretende fazer na viagem. Longas caminhadas? Ou vai passar a maior parte do tempo descansando na praia e hotel? Fará passeios sofisticados à noite ou a diversão vai ser de dia com traje casual? Com isso bem definido, é hora pesquisar sobre a previsão do tempo e temperatura do local. Essas informações são fundamentais para não levar peças erradas. A partir daí faça um check list de tudo o que quer levar, de acordo com tempo que vai ficar. Para isso é bom ter um cálculo em mente, cada peça da parte de cima você usa, em média, duas vezes, e cada peça de baixo, é possível usar até quatro vezes”, revela a consultora.

Para quem não se sente segura, vale a pena provar as peças e fazer as combinações antes de decidir o que levar. Pode dar um pouco de trabalho, mas dá mais segurança para montar os looks. Jana também recomenda separar tudo o que vai levar sobre a cama para ter um visual mais amplo de todas as peças, eleger uma paleta de cores também ajuda a multiplicar as composições. “Uma peça só deve ser considerada se você conseguir fazer pelo menos três combinações diferentes durante a viagem toda. Camisas longas ou quimonos, por exemplo, podem compor um look de dia com shorts, à noite sobre um vestido e até mesmo como saída de praia, por isso são peças-curinga em qualquer viagem”, sugere Jana.

Os acessórios não podem faltar em uma mala inteligente. “Brincos, pulseiras, colares, lenços e meia calça no caso do frio, são ótimos para renovar o visual e dar outra “cara” à roupa, além de ocupar pouco espaço na mala. Prefira os coloridos e criativos que mais impactam o visual. Os lenços são ótimos e podem ser usados no cabelo, como cinto, top e quando amarrados na bolsa de palha deixam a peça mais charmosa para um passeio. Não esqueça os óculos de sol e os chapéus que deixam qualquer visual mais elegante”, desta a consultora.

Para otimizar o espaço na mala, dobre ou enrole tudo antes, compartimentos menores, saquinhos e necessaire são ótimos para organizar itens pequenos. “Fique atenta sobre dois itens que devem ser evitados em qualquer viagem: não leve sapatos novos, por mais que tenha provado na compra, nunca sabemos como ele vai se comportar com o uso prolongado, isso pode render algumas bolhas nos pés. Outra peça que devemos deixar em casa são aquelas muito justas e coladas ao corpo, porque nas viagens a alimentação costuma sair do controle, o intestino não funciona corretamente, o corpo pode ficar mais inchado e aquela roupa colada já não vai ficar tão elegante”, recomenda Romanini.

 

Fotos 1 e 2 – Otimização de malas para viagens.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

COMO A TECNOLOGIA CONTRIBUI PARA O AVANÇO DO MERCADO DE SEGUROS NO BRASIL

ARTIGO DE EDUARDO NUNES O mercado de seguros no Brasil é um dos setores mais …

Facebook
Twitter
LinkedIn