DICAS PARA IMPLEMENTAR ESG NAS EMPRESAS

À medida que nos aproximamos de 2030, ano estipulado pelo Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para reverter a crise climática e abraçar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), torna-se imperativo que as empresas adotem práticas ESG – sigla do inglês que representa a sustentabilidade ambiental, social e de governança corporativa – em sua cultura organizacional.

De acordo com Marina Vaz, CEO e Fundadora da Scooto, central de atendimento que transforma o relacionamento entre pessoas e empresas, é crucial compreender que, cada vez mais, os consumidores buscam produtos e serviços sustentáveis. “O impacto do ESG vai além da imagem da empresa, pois não apenas melhora a percepção pública da instituição, como também atrai clientes e investidores”, explica.

Com o principal objetivo de auxiliar empresas, independentemente do tamanho ou setor de atuação, a incorporaram plenamente o ESG, a Scooto oferece quatro dicas para implementar essas práticas ainda em 2024.

Pratique a diversidade e inclusão com intencionalidade

O componente “S” do ESG é tão vital quanto os demais, ser sustentável vai além de ações como reciclagem e plantio de árvores. Uma organização que coloca a diversidade e a inclusão como pilares essenciais está direcionando esforços para a inovação sustentável e empática, resultando em soluções inclusivas. A diversidade na liderança é um fator-chave para o sucesso dessas ações.

Tenha uma gestão adequada dos resíduos

Empresas adotando modelos híbridos ou officeless estão na vanguarda da sustentabilidade, já que reduzir deslocamentos para o escritório contribui para a diminuição da emissão de carbono e a geração de resíduos. Não é necessário uma mudança radical no modelo de negócio, mas é fundamental conduzir ações que incentivem o uso consciente de recursos, como a redução do consumo de energia e água, além da correta separação de recicláveis.

Engaje os stakeholders para gerar impacto positivo

Os stakeholders, influentes tomadores de decisão, estão atentos às empresas genuinamente comprometidas com os objetivos de sustentabilidade – neste sentido, a transparência em relação às práticas e resultados ESG é essencial. Divulgue métricas, metas e progressos em relatórios acessíveis ao público. Prestar contas de forma transparente constrói confiança e demonstra comprometimento com a responsabilidade corporativa.

Busque constantemente aprimoramento

Incentive a inovação sustentável dentro da organização, promovendo pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços que atendam às necessidades do mercado sem prejudicar os recursos naturais. Investir em tecnologias verdes e processos ecoeficientes pode posicionar sua empresa como líder em sustentabilidade.

A Scooto é uma central de relacionamento com o cliente que transforma o relacionamento entre pessoas e empresas, por meio da humanização nas vendas, da prospecção e do suporte com base na análise estratégica de dados e foco na solução. Além disso, com um modelo de trabalho officeless, possui um time formado apenas por mulheres, com mais de 450 prestadoras de serviço, sendo que 86% são mães, 46% pretas e pardas e 5% Pessoas com Deficiência (PcDs). Possui em seu portfólio mais de 56 clientes, entre eles líderes de mercado, como Intelbras, Wilu App e o Grupo Safira.

 

Foto: Marina Vaz, CEO e Fundadora da Scooto.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AWARE INVESTMENTS INICIA PLANO DE EXPANSÃO REGIONAL E PREVÊ CHEGAR A R$ 20 BI SOB GESTÃO

O ano de 2024 tem tudo para ser bastante promissor para a Aware Investments. O …

Facebook
Twitter
LinkedIn