GERAÇÃO Z BUSCA POR BENEFÍCIOS ALÉM DO SALÁRIO

O significado de “trabalho dos sonhos” tem ganhado uma nova perspectiva com a atuação da Geração Z no mercado de trabalho. Se antes, ter um alto salário e um cargo hierárquico eram sinônimos de sucesso, hoje, salário emocional, benefícios, crescimento individual e propósito entram na lista de prioridades para a GenZ, aqueles nascidos entre 1990 e 2010. Neste cenário, o auxílio educação aparece como o quarto desejo dos colaboradores na hora de se candidatar a uma vaga.

Atrás apenas dos clássicos vale-refeição e assistência médica e odontológica, segundo levantamento feito pelas empresas Swile e Leme, a busca por vagas que oferecem incentivo à educação já tem gerado um movimento em que, agora, as empresas também têm de se atualizar para atender aos requisitos dos candidatos. Rennan Vilar, Diretor de Pessoas e Cultura do Grupo TODOS Internacional, vê esta dinâmica de mercado como oportunidade de mão dupla: auxiliar no desenvolvimento profissional dos colaboradores e, como consequência, reter talentos e desenvolver o negócio. “As empresas precisam ter um olhar atento para a área de pessoas e cultura, afinal, os colaboradores são quem fazem tudo acontecer. Assim como os candidatos a uma vaga de trabalho precisam se atualizar para acompanhar o mercado, do lado de cá, como empregadores, temos tido que entender cada vez mais o que é importante para conquistarmos e retermos nossos talentos”, afirma Vilar.

A exemplo de como a GenZ tem enxergado suas prioridades no mercado de trabalho, Rennan conta que o Grupo tem feito um esforço para que, além de revisar o plano de cargos e salários, para oferecer melhor remuneração e disponibilizar mais benefícios aos colaboradores, também possa focar no incentivo à educação.  “No Departamento de Pessoas e Cultura, nosso trabalho tem sido focado em proporcionar o constante desenvolvimento tanto dos nossos gestores como de todos os nossos colaboradores. Então criamos os projetos ‘Academia de Desenvolvimento’, direcionada para a formação e constante atualização da liderança, e ‘Desenvolve TODOS’, que abrange todos os funcionários e oferece verbas para que os colaboradores possam fazer cursos, graduações, pós-graduações e atividades voltadas para a sua formação”, explica.

Nos últimos dois anos, o Grupo disponibilizou R$ 1,7 milhão para o desenvolvimento profissional contínuo dos colaboradores, e verifica impacto direto da ação no engajamento da equipe. “O Desenvolve TODOS tem gerado um sentimento de pertencimento dos funcionários, uma vez que eles percebem que durante o tempo em que estão na empresa estão trabalhando também pelo seu próprio desenvolvimento. Com colaboradores em formação e atualização contínua, nossos resultados também têm melhorado”, destaca Vilar.

No Relatório de Tendência de Gestão de Pessoas 2024 desenvolvido pela consultoria global Great Place To Work, a Geração Z foi apontada como o maior desafio para a área de gestão de pessoas. Para fazer a atração destes talentos e, além disso, criar um ambiente propício para a inovação e crescimento mútuo, a consultoria aconselha que as empresas estejam preparadas no sentido de oferecer flexibilidade no trabalho com horários flexíveis e trabalho remoto, quando possível; fortalecer a cultura de feedback, uma vez que a GenZ valoriza a transparência e o desenvolvimento e possibilitar o crescimento individual e profissional rápido, com incentivo à educação e progressão de carreira na empresa.

 

Foto: Rennan Vilar, Diretor de Pessoas e Cultura do Grupo TODOS Internacional.

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

EMPRESAS JÁ INCLUEM THOUGHT LEADERSHIP EM ESTRATÉGIAS DE MARKETING DE CONTEÚDO

O Thought Leadership, que pode ser traduzido para o português como ‘liderança de ideias’, está …

Facebook
Twitter
LinkedIn