JOGOS OLÍMPICOS INCREMENTAM O TURISMO BRASILEIRO EM 15%

A abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro teve boa repercussão, reforçou uma melhora do clima social e abriu um período no qual os eventos esportivos ocupam grande parte da atenção da mídia, reduzindo a atenção sobre a crise política.  A mensagem de otimismo levada aos bilhões de telespectadores em todo o mundo recuperou, ainda que parcialmente e de forma fugaz, a autoestima do país.Gesner Oliveira6261066219_5bfd7c719d_o

As Olimpíadas do Rio de Janeiro revelam números importantes e reforçam a economia brasileira nesse período de recessão. Segundo a GO Associados,  a vinda de estrangeiros para os Jogos Olímpicos de 2016 pode trazer mais de US$ 800 milhões para a economia brasileira em gastos com comércio e serviços. Na taxa de câmbio atual (R$ 2,7 bilhões), o valor representa 15% do faturamento anual do setor de turismo. Considerando também os efeitos indiretos do aumento dos dispêndios de US$ 800 milhões (ou R$ 2,7 bilhões) nos setores de comércio e serviços, obtidos pela análise de insumo-produto (MIP-IBGE) que estima os potenciais econômicos em termos de produção, prestação de serviços, geração de empregos, salários e tributos desses setores, constata-se um aumento na renda total da economia de R$ 8,6 bilhões.

O sócio da GO Associados e economista, Gesner Oliveira, destacou que as olimpíadas tem um impacto potencial muito forte sobre o fluxo de turistas. “Olimpíadas dá uma visibilidade ao país muito grande. Não tem um evento esportivo, exceto pela Copa do Mundo,que dê uma visibilidade tão grande e ela tem uma vantagem pelo maior pluralismo do público. Você tem público em termos de faixa etária, gênero e interesses diversos, então um potencial muito grande para essa visibilidade. O Brasil tem um fluxo turístico baixíssimo dado o tamanho do território e as operações. S considerar um país que tem um Pantanal, região amazônica, nordeste, Cataratas do Iguaçu e ter mais ou menos 5 milhões de turistas/ano é muito pouco. Os Estados Unidos tem um fluxo de turistas de 80 milhões/ano. Com a realização das olimpíadas, eu acho que o Brasil tem potencial de pelo menos triplicar esse fluxo. Isso dá um impacto de médio prazo muito forte e com possibilidade de triplicar o fluxo de turistas par 15 milhões/ano”, diz.

Gesner Oliveira destacou ainda que o relatório executivo destaca para o fluxo de 500 mil turistas  visitantes com um período médio de estada de 15,7 dias e com um gasto de US$ 105,00 por dia

Os impactos indireparque olímpico 7776578306_58e2d0a3d7_otos incluem os efeitos em cadeia de setores que fornecem insumos para outros diretamente impactados como, por exemplo, a indústria de alimentos e bebidas, que fornece seus produtos a restaurantes, bares e estádios.

Considera-se também o efeito renda, decorrente dos impactos do choque inicial sobre os rendimentos do trabalho e, por conseguinte, sobre o consumo das famílias. Em termos de geração de empregos, o impacto indireto e o efeito renda podem gerar 184,7 mil novas vagas, e um adicional de massa salarial da ordem de R$ 1,8 bilhão. Com relação aos tributos, as Olimpíadas têm potencial de geração de mais de R$ 670 milhões em arrecadação.

Gesner Oliveira destaca que o país não vive um momento de euforia. Pelo contrário sofre a ressaca da maior recessão de sua história. “Mais uma razão para aproveitar da melhor forma possível a oportunidade dos jogos olímpicos. Não faremos, por diversas razões, a melhor edição das Olimpíadas. Mas, como o esporte ensina, não adianta ficar se lamentando quando o resultado não está favorável. É hora de concentrar esforços para maximizar os benefícios dos jogos e emitir uma mensagem de convivência pacífica e esforço coletivo para virar o jogo rumo à retomada do crescimento econômico”, conclui.

Para o economista Gesner Oliveira, as Olimpíadas do Rio Janeiro, além de ajudaram em obras essenciais de infraestrutura e também despertou a curiosidade das pessoas para diferentes modalidades esportivas e reforçou a noção junto à população de como é importante o conhecimento de línguas estrangeiras em um mundo cada vez mais integrado.

 

Foto 1 – Sócio da GO Associados e economista, Gesner Oliveira.

Crédito: Sobratema

Foto 2 – Parque Olímpico do Rio de Janeiro.

Crédito: GE Brasil

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AFINZ FECHA PARCERIA COM CENTRO ODONTOLÓGICO VOLTE A SORRIR PARA EMIOSSÃO DE CARTÃO DE CRÉDITO

A Afinz, plataforma de soluções financeiras e de cuidado, de A a Z, anuncia parceria …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn