LIDE CAMPINAS PROMOVE ENCONTRO SOBRE A COP 28 COM A ADVOGADA RENATA FRANCO

O Lide Campinas promove um encontro entre a advogada ambientalista, Renata Franco, que está no ranking dos profissionais mais admirados no direito ambiental no país, e convidados na próxima quarta-feira (20/12), no auditório Helbor Offices Norte Sul, na Av. José de Souza Campos, 1073, no  Cambuí, em Campinas (SP), das 8h às 10h,  para um debate sobre a  COP 28, que foi realizada em Dubai, entre os dias 30 de novembro e 12 de dezembro.

O encontro, organizado pela ONU, reuniu representantes de mais de 190 países e cerca de 200 líderes internacionais para discutir e encontrar soluções concretas para mitigar os efeitos do aquecimento global.Renata Franco fez parte da delegação brasileira e traz as principais decisões tomadas pelos países no COP 28, e de que forma afetam as negociações comerciais no Brasil. “Uma das surpresas da COP 28 foi a aprovação, logo no primeiro dia, de um fundo para os países com vulnerabilidade climática, afetados pelo aquecimento global. Essa decisão mostra que já passamos da etapa das discussões e argumentos, para as ações, não há mais tempo para a teoria”, alerta a especialista.

Outro tema discutido em Dubai foi a tokenização de ativos ambientais, que é uma reserva de valor, registrados em uma rede de computadores do tipo blockchain, de forma distribuída e descentralizada em diversos servidores, como por exemplo, um projeto de reconstrução de uma vegetação ou para redução das emissões de gás de efeito estufa. “Há um forte debate sobre contratos de pagamentos por serviços ambientais e em todas as questões o Brasil pode ser protagonista, mas precisamos de ações que realmente coloquem em prática tudo o que tem sido discutido. Com a tokenização é possível garantir mais valor às ações e maior controle sobre os processos”, destaca Renata.

A especialista discursou em um dos painéis da COP 28, no pavilhão Consórcio Amazônia Legal, e argumentou sobre “Reflorestamento e o mercado de PSA para preservação da Amazônia”. “O PSA (Pagamento por Serviços Ambientais), está em vias de ser regulamentado no Brasil e é fundamental para integrar o setor produtivo e ambiental em torno de uma mesma agenda”, garante.

Para a presidente do Lide Campinas, Silvia Quirós, o tema é urgente e muito pertinente não só para líderes políticos, mas também para empresários e investidores. “A questão ambiental está cada vez mais presente no mundo corporativo e esse encontro com a nossa filiada, Renata Franco, irá nos atualizar sobre as notícias mais recentes sobre o tema e que, com certeza, trará impactos nas decisões de negócios dos próximos anos”, enfatiza Silvia.

 

Foto 1 – Advogada ambientalista, Renata Franco.

Foto 2 – Presidente do Lide Campinas, Silvia Quirós.

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

RECORDE DE DEMISSÕES VOLUNTÁRIAS E VALORIZAÇÃO DE BENEFÍCIOS FLEXÍVEIS PELAS GEN Z E Y

Em 2023, o Brasil testemunhou um recorde de demissões voluntárias, resultando em mais de 7,3 …

Facebook
Twitter
LinkedIn