PARTICIPAÇÃO POPULAR NA AUDIÊNCIA PÚBLICA PODE PRESSIONAR PARA A REVISÃO DO IPTU

A Audiência Pública presidida pelo vereador Marcelo Silva, no plenário da Câmara de Campinas, realizada nesta quarta feira (14/03) para debater os novos valores de cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), pode marcar uma nova fase para as entidades de diversos setores, que pedem uma revisão 5270_Audiencia_Publica_crédito_Roncon&Graça Comunicaçõesnos critérios adotados pela Prefeitura. O vereador Marcelo Silva, no encerramento da Audiência Pública, que durou duas horas e meia, afirmou que mais de 300 pessoas estavam presentes.

Nesse período, representantes de diversos segmentos se revezaram ao microfone, com informações técnicas e justificativas econômicas e sociais, para que a Prefeitura de Campinas reveja os critérios de cobrança do IPTU ainda este ano. A maioria deles afirmou que os valores do IPTU dos imóveis residenciais ou comerciais de Campinas praticados em 2018, estão em desacordo com o mesmo imposto cobrado por outras cidades da Região Metropolitana e do País.

O corre5212_Audiencia_Publica_crédito_Roncon&Graça Comunicaçõestor Luiz Piccoloto Neto apresentou um levantamento, onde  apontou as diferenças de alíquotas do IPTU cobrado em Campinas (2,9%) e em outras cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) (média de 2%). Na parte final da Audiência, diversas pessoas da plateia se manifestaram ao microfone, todas contra o aumento do IPTU.

Para o presidente da Rede Imobiliária Campinas, Mário Uchoa, “a participação popular na Audiência Pública mostrou de forma clara e deu  a medida da insatisfação de todos com o aumento do IPTU”. “As entidades estão mais unidas e continuarão pressionando para que o Executivo revogue o atual cálculo do IPTU e busque o entendimento, dentro da realidade de valores dos imóveis e de acordo com o momento econômico que o País atravessa”, disse.

A mesa da Audiência Pública foi composta por Márcio Barbado (Creci-SP), Francisco de Oliveira Lima Filho (Associação Regional de Habitação – Habicamp), Marcelo Silva (vereador), Mário Uchoa (presidente da Rede Imobiliária Campinas), Marcelo Coluccini (Sindicato da Habitação – Secovi) e Luiz Piccoloto Neto (corretor – Rede Imobiliária Campinas).

Foto 1 – Representantes das entidades participantes da audiência pública.

Foto 2 – Público lotou as galerias da câmara de Campinas na audiência pública.

Crédito: Roncon & Graça Comunicações.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

EMPRESAS JÁ INCLUEM THOUGHT LEADERSHIP EM ESTRATÉGIAS DE MARKETING DE CONTEÚDO

O Thought Leadership, que pode ser traduzido para o português como ‘liderança de ideias’, está …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn