PESQUISA INÉDITA DA AMCHAM BRASIL MOSTRA QUE EMPRESAS TÊM PERSPECTIVAS POSITIVAS PARA ECONOMIA EM 2024

Reportagem de Milton Paes

[email protected]

A Amcham Brasil divulgou uma pesquisa inédita realizada com 694 empresários brasileiros. O estudo Panorama 2024, foi feito pela Amcham Brasil, em parceria com a Humanizadas com executivos e executivas com poder decisório nas empresas. De acordo com o levantamento, uma boa notícia é que 97% dos participantes esperam um crescimento em suas receitas no ano que vem, sendo que a maioria tem perspectiva de um aumento de 10% de faturamento para 2024. A pesquisa Panorama 2024 foi aplicada entre 30 de agosto e 18 de setembro.

O CEO da Amcham Brasil, Abrão Neto, disse que a pesquisa identificou nas dois grandes blocos como tendências para 2024. Um tecnológico envolvendo a aplicação de inteligência artificial, novos produtos e serviços digitais, big data e Internet das coisas. Outro bloco, a agenda ESG e sustentabilidade. “Nós percebemos que as empresas brasileiras estão classificadas num nível intermediário em termos de aptidão para inovação. Grande parte das empresas têm feito investimentos  em transformação digital, mas ainda há um caminho bem longo para que o conjunto maior das empresas façam, invistam e incorporem atividades de novação nos seus negócios”, avalia Abrão.

Para Abrão Neto, existem dois conjuntos de fatores para explicar essa percepção otimista para o ano que vem. “Um deles está relacionado ao ambiente externo como mais estabilidade política. Uma expectativa quando a pesquisa foi realizada foi também de menos insegurança em um cenário internacional e os próprios impactos positivos das inovações tecnológicas.   A pesquisa também identificou que há fatores relacionados às próprias empresas que têm colhido investimentos que foram feitos na fidelização dos seus clientes e na formação de equipes de alta performance e também nos ganhos de produtividade”, destaca.

Entre as cerca de 30 opções de tendências apresentadas aos respondentes, a Inteligência Artificial (IA) e Agenda ESG serão as duas principais forças a influenciar as empresas no ano que vem. A Inteligência Artificial foi a mais citada por 60% dos executivos, seguida pelo avanço da Agenda ESG, mencionada por 51% deles.  Segundo Abrão Neto,  no caso da IA, 68% dos respondentes já adotam Inteligência Artificial nas suas empresas, mas de uma forma muito difusa desde a automatização de processos repetitivos até marketing e comunicação. “Ainda há um caminho até uma adoção mais estratégica da Inteligência Artificial para apoiar tomada de decisão e para remodelar os negócios das empresas”, reforça Abrão.

Outras quatro tendências também apareceram com destaque para parcela expressiva dos respondentes: digitalização de produtos e serviços (41%), Big Data (40%), manutenção do trabalho híbrido e remoto (34%) e uso ou investimentos em energias renováveis (31%).  “O Panorama 2024 da Amcham mostra o empresariado brasileiro consciente sobre o valor estratégico da tecnologia e da agenda ESG. Ao mesmo tempo em que as empresas buscam incorporar os benefícios de inovações tecnológicas como a inteligência artificial e Big Data, elas têm evoluído em suas responsabilidades com o meio ambiente e com a sociedade. Esses fatores serão decisivos para o êxito, a relevância e a própria existência dos negócios”, avalia o CEO da entidade que representa 1/3 do PIB brasileiro.

Agenda Sustentável

A agenda ESG e temas vinculados a sustentabilidade também sobressaem entre as tendências que vão pautar a disrupção nos negócios.

Entre as 10 principais tendências para 2024, sete estão relacionadas à transformação digital e três vinculadas à agenda verde. Em ordem de relevância, estão: IA (1º), ESG (2º), Produtos e Serviços digitais (3º), Big Data (4º), Trabalho Híbrido (5º), Energia Renovável (6º), Cibersegurança (7º), Internet das Coisas (8º), Computação em nuvem (9º) e Economia circular (10º).

O Superintendente na Amcham Interior de São Paulo, Willy Lobbe, disse que as pesquisas da Amcham e Humanizadas têm sido direcionadores contundentes da visão de empresários de várias partes do Brasil, agregando informações e dados relevantes para apoiar os associados nas estratégias de suas empresas. “Ficou claro na pesquisa Panorama 2024 que os empresários sabem o que precisa ser feito, mas têm desafios importantes para colocar na estratégia o que já é reconhecido como tendência que mudará o jogo. Ainda vemos investimentos pontuais e experimentação,  mas precisamos apoiar os associados a colocar essas tendências na cultura e no core do negócio”, avalia Lobbe.

Para 2024, as perspectivas são otimistas, com 56% dos empresários acreditando no crescimento do mercado brasileiro acima de 10%.

Para os respondentes, o crescimento estará condicionado a aspectos como Estabilidade Política (42%), Avanço Tecnológico (41%), Redução de Incertezas Globais (40%), Aumento de investimento em infraestrutura (38%) e Aumento da renda dos consumidores (34%).

Os 694 participantes representam empresas que, somadas, empregam mais de 974 mil pessoas e têm um faturamento anual de aproximadamente R$ 755 bilhões. A maioria dos respondentes (53%) ocupa cargos de liderança, como CEOs, VPs, sócios, conselheiros e diretores.

 

 

Foto 1 – CEO da Amcham Brasil, Abrão Neto.

Foto 2 – Superintendente na Amcham Interior de São Paulo, Willy Lobbe.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CO-FUNDADORA DO ARQ FUTURO DEFENDE RECUPERAÇÃO DOS CENTROS COMO OPÇÃO DE MORADIA

Nesta semana Campinas foi sede de um evento com palestrantes internacionais e expoentes brasileiros dos …

Facebook
Twitter
LinkedIn