SIMPÓSIO POLO ARQDEC DEBATE NOVAS FORMAS DE MORAR E MUDANÇAS NO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Ainda é tímido, mas o mercado imobiliário começa a apresentar sinais de recuperação após um período difícil de crise econômica no país. Segundo dados do Secovi-SP, em Campinas a venda de imóveis novos, entre 2013 e 2016, foi 13% maior que o registrado no levantamento anterior, 2012 a 2015.polo arquidec 2016 12108056_982456381795942_5877768173564348630_n

Entre os associados do Polo Arqdec, que envolve 40 lojas e mais de 1.000 profissionais da área, o volume de vendas nesses cinco primeiros meses do ano foi ainda mais positivo. “Registramos um aumento de 14% nas vendas de nossos associados comparado com o mesmo período do ano passado e estamos muito confiantes para os próximos meses”, afirma o presidente do Polo Arqdec, Sante Testa Neto.

É diante desse cenário de boas expectativas, que o Polo Arqdec realiza a 3ª edição do Simpósio Polo Arqdec – “Tecnologia e Moradia – Um Mundo em Transformação”, nos dias 12, 13 e 14 de junho, no Kinoplex Parque D. Pedro Shopping, das 8h às 12h30. O evento que é voltado para arquitetos, engenheiros, designers, decoradores, paisagistas, profissionais de construtoras, imobiliárias, empreendedoras, e estudantes da área e tem como objetivo promover um encontro para debater as transformações que vem acontecendo na sociedade contemporânea e que influenciam diretamente as formas de conviver, e como os avanços tecnológicos podem interferir nas profissões que cuidam das relações com o morar.

Uma das quepolo arquidec 2016DSC_3575stões que será debatida no encontro é o risco de extinção de algumas profissões em função dessas transformações e da tecnologia. Segundo o mediador do simpósio, o arquiteto Paulo de Tarso, esse impacto será imediato e irá atingir todos os setores. “Há diversos estudos que apontam mais de 700 profissões com riscos reais de acabar, por causa da revolução industrial 4.0 e da inteligência artificial. Corretores de imóveis e lojas de decoração são exemplos disso. O cliente poderá adquirir esses produtos sem sair de casa de uma forma muito mais ampla do que já acontece hoje’, explica Paulo.

As mudanças na forma de morar, tema central do Simpósio, já podem ser percebidas nas construções atuais. “As novas construções são menores, priorizam as linhas retas e buscam a integração de ambientes, principalmente nas áreas em comum da família, como cozinha e sala”, acrescenta o presidente do Polo Arqdec.

Fundado em 2003, na cidade de Campinas, o Polo Arqdec é uma associação de lojistas sem fins lucrativos,que reúne cerca de 40 lojas associadas e mais de 1.000 profissionais,atuando nos mais diferentes estilos e tendências de mercado. O objetivo é trocar informações, gerar conhecimento e criar um universo dinâmico e harmônico onde lojistas, arquitetos, engenheiros, decoradores e paisagistas possam atuar em torno das mais modernas soluções para o morar bem.

Fotos 1 e 2 – 2º simpósio Polo Arqdec em 2016.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

A PRIMEIRA MÁQUINA DE CORTE A LASER TRUMPF DE 12 kW ESTÁ EM OPERAÇÃO NO BRASIL

O Brasil está entre os países que já receberam a nova máquina de corte a …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn