ARTE DESPERTAR INICIA CURSO DE NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS EM ESPAÇOS CULTURAIS E HOSPITAIS PÚBLICOS E FILANTRÓPICOS

Com o objetivo é trabalhar a potencialidade das narrativas de literatura oral como uma ferramenta de aproximação, comunicação e expressão, a Arte Despertar inicia quatro cursos de Narração de Histórias entre os meses de junho e julho. Os cursos acontecem, gratuitamente, em dois espaços culturais e dois hospitais na região de São Paulo.

No Hospital Pérola Byington e Hospital Municipal Infantil Menino Jesus, o curso é oferecido para os seus colaboradores e teve início no dia 7 de junho. Já no espaço do Centro Cultural de Mogi das Cruzes, a turma começará no dia 15 de junho. Outra parceria realizada também foi com a Prefeitura e Secretaria de Cultura do Guarujá. No litoral, o curso começa nesta terça feira, 11 de junho.

Comandado por uma dupla de experientes narradores de histórias, o curso apresentará fundamentos, técnicas e benefícios de se trabalhar a narrativa oral, assim como a relevância desse aprendizado para o autoconhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades.

Nos hospitais, a ideia é ensinar narração de histórias para que profissionais de saúde possam usá-la como ferramenta para melhorar as relações no ambiente hospitalar. Para a diretora-presidente da Arte Despertar Regina Vidigal Guarita, a narração de histórias no ambiente hospitalar pode assumir um papel importante no processo de recuperação da saúde, à medida que trabalha com ferramentas capazes de acessar elementos que ajudam a ressignificar o momento pelo qual o paciente está passando.  “A narração de histórias inspira, faz sonhar, permite a cada um criar sua história, aciona o universo imaginário, trabalha os sentidos a partir da visão com imagens e da audição pelos instrumentos percussivos. Estes fatores são responsáveis pela mudança de estado de espírito daquele que escuta a história quando a toma para si e, neste momento, é acionado o lado saudável deste indivíduo, transformando seu momento”, afirma Regina.

Tanto nos espaços culturais, quanto nos hospitais, o conteúdo programático abordará os vários tipos de histórias – como lendas, mitos, fábulas, história de origem, contos de fadas, entre outros; a relação com a música; abordagens para se contar uma história; técnicas como interpretação, oralidade e improvisação; e o papel do contador de história ao longo da história universal.

O projeto é realizado no âmbito do Programa de Ação Cultural (ProAc-SP) da Secretaria da Cultura do Governo de São Paulo, com patrocínio da Track & Field, UBV e União.

A Arte Despertar é uma organização social sem fins lucrativos, fundada em 1997, que atua nas áreas de Saúde e Educação com o objetivo de despertar o que há de melhor no ser humano.

Utilizando a arte como instrumento de comunicação e expressão, a cultura no resgate de identidade e histórias de vida, e a educação como elemento fundante, a organização busca propiciar experiências que criem conexões e vínculos significativos entre as pessoas.

Com ações voltadas para o desenvolvimento humano com foco em competências socioemocionais, a instituição entende que é preciso olhar o indivíduo de forma integral para que ele consiga desenvolver uma consciência de si, do outro e do ambiente.

Essas ações acontecem por meio de projetos sociais e prestação de serviços em instituições de saúde, e espaços educativos e culturais da cidade de São Paulo. Em 20 anos, mais de 550 mil pessoas foram impactadas.

 

Foto: Arte Despertar.

Crédito: Stela Handa.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PRÁTICA CORPORAL CHINESA QUE MELHORA O HUMOR E A DISPOSIÇÃO É OFERECIDA EM CAMPINAS

A correria do dia a dia pode ser estressante. Em meio a compromissos familiares, trabalho, …

Facebook
Twitter
LinkedIn