EMPREENDEDORES DOS SEGMENTOS MAIS AFETADOS PELA PANDEMIA CONQUISTAM CRESCIMENTO COM MUDANÇAS ESTRATÉGICAS

O Ministério da Economia apontou a abertura de 243 mil novas empresas no país no mês de dezembro de 2021. Em contraste, mais de 600 mil empregadores sentiram a necessidade encerrar as atividades nestes últimos dois anos de pandemia, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, Pnad. Acompanhando este movimento, o crescimento de Microempreendedores Individuais (MEIs) revela a busca por formalização de trabalhos e investimento por parte da população que busca uma melhoria de vida.

Segundo a empreendedora Veridiana Mellilo, que atua há mais de uma década com marketing empresarial e consultoria mercadológica, diante deste cenário é fundamental que haja um direcionamento estratégico nas tomadas de decisões, que vem alinhado à compreensão sobre os desafios pessoais de cada um. “Busco fazer com que os clientes se sintam mais seguros com seus próprios negócios, me colocando ao lado deles para compreender suas dores”, diz a empreendedora.

A empreendedora Janete Azevedo, sócia e proprietária da clínica SPÉS Podologia, de Campinas, conta que a chegada da pandemia a pegou de surpresa pela falta de conhecimento sobre quais protocolos deveria seguir naquela situação. Além disso, o principal público da clínica é de pessoas 60+, grupo de risco da Covid-19. “A podologia ainda estava inserida na área da estética, por isso não podíamos abrir. Foram quatro meses com as portas abaixadas, sem poder trabalhar”, diz Janete.

As sócias foram atendidas por Veridiana, que identificou uma forma de reabertura dentro das normas, apresentando uma frente voltada para a área da saúde na Classificação Nacional de Atividades Econômicas, CNAE. “A mudança exigiu uma reorganização de posicionamento da clínica, que passou a ressaltar a podologia como meio de prevenção e tratamento de podopatias superficiais”, explica a consultora.

Janete se diz grata pelos resultados. Em menos de um ano a clínica teve um crescimento expressivo e hoje atende mais de 3 mil pacientes. “Conseguimos reabrir e equilibrar novamente o nosso orçamento. Em outubro do ano passado saímos de uma estrutura de 75m² com quatro cabines para uma de 232m²”, conta Janete.

O setor de bares e restaurantes também foi diretamente afetado pela crise. De acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Abrasel, entre um milhão de empresas do setor que estavam em atividade no início do ano passado, cerca de 300 mil fecharam devido a pandemia.

A Casa Bela Restaurante, um tradicional espaço holandês em Holambra, São Paulo, baseou a estratégia de vendas na retomada do turismo ao longo de 2021. Compreendendo a complexidade do cenário, o time da Veridiana Mellilo direcionou a execução de duas estratégias internas otimizando serviços já existentes: a apresentação de pratos típicos e drinks da casa. “Implementamos a campanha de drinks temáticos servidos em louças típicas holandesas, além da implementação de novos drinks desenvolvidos por uma mixologista”, conta a consultora.

Em um ano, o restaurante apresentou aumento de 55,6% nas vendas dos pratos típicos. Na sessão de Drinks, foi registrado um crescimento de quase 12% em relação a 2020, sendo que, só entre setembro e dezembro, 1876 das vendas foram de novos drinks.

No mesmo cenário, a necessidade de isolamento físico para segurança da população resultou em um impulso de demandas sobre serviços de rede. Segundo Midiann Paola Indio CEO da RR64 soluções em Telecon com sede em Indaiatuba, São Paulo, houve um aumento significativo na procura por suporte técnico especializado. “Identificamos uma lacuna e perda de rentabilidade quando comparamos o tempo gasto de atendimento com o faturamento. Então, decidimos fazer uma reestruturação nos nossos contratos”, diz Midiann.

Junto a consultoria, a empresa de provedores de acesso realizou uma reestruturação de contratos, baseada em tempo gasto com assessoria técnica, além de ofertar um upgrade para os clientes que já trabalhavam com a empresa. O novo serviço trouxe um aumento médio de 150% em clientes atuais. Em 2021, com a valorização percebida pelos clientes, foi possível um novo upgrade, desta vez trazendo um aumento surpreendente de 201% a 435% em vendas para os próprios clientes atuais da empresa.

Veridiana diz que em sua percepção conseguiu fortalecer a relação de confiança entre seus clientes e consumidores. Ela afirma ter descoberto como fazer da comunicação uma ferramenta para que as empresas tenham mais resultados com menos investimento. O momento é muito desafiador para o pequeno e médio empreendedor. É preciso fazer um trabalho de compreensão das dores, direcionamento de expectativas e alinhamento de propósito”, conclui a consultora.

 

Foto: Empreendedora Veridiana Mellilo.

Crédito: Divulgação

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CINCO DICAS PARA EMPREENDEDORES QUE QUEREM DESBRAVAR O MERCADO INTERNACIONAL E AUMENTAR O FATURAMENTO

O número de microempreendedores no Brasil tem crescido significativamente e uma pesquisa recente divulgada pelo …

Facebook
Twitter
LinkedIn