EXECUTIVA DA HOPE ELENCA DICAS PARA OBTER SUCESSO NO SEGMENTO DE MODA ÍNTIMA

Um estudo da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), aponta que 2017 já apresenta sinais positivos para o mercado de vestuário, que deve registrDiretora de marketing da HOPE Sandra Chayo_1ar aumento de 4,6% no faturamento, comparado ao mesmo período do ano passado. E para o empreendedor que atua no varejo de roupas, o nicho de lingerie é promissor. Estudos recentes do instituto de pesquisa de mercado Nielsen mostram que, após cobrir gastos essenciais, as mulheres gastam 28% do salário com vestimentas novas.

E nesse mercado potencial, Sandra Chayo, diretora de marketing da tradicional marca brasileira de moda íntima Hope está à frente do negócio da família há 19 anos junto com seu pai, Nissim Hara e as duas irmãs Karen e Daniela, e compartilha algumas dicas para alcançar sucesso tão almejado. Inspire-se!

1 – Surpreenda

Bodies, fio dental, espartilho, sutiãs, com ou sem bojo, pequena, média ou grande, as peças de moda íntima devem ser desenvolvidas com materiais de qualidade para a proteção, conforto e durabilidade, mas é essencial que sejam oferecidas por valores justos para proporcionar encantamento nas mulheres;

2 – Atenção ao cliente

Uma boa venda é aquela que oferece também consultoria à consumidora. Para atender as expectativas, é importante ouvir a cliente para conhecer um pouco do perfil dela, e por meio dessa breve análise é possível dar opções e dicas mais assertivas;

3 – Invista na tendência

A maioria das mulheres procuram peças que estão na moda. Seja por influência de novelas, filmes, passarelas, revistas ou artistas, as tendências afetam diretamente o comportamento do consumo feminino que busca itens que estão em alta;

4 – Oportunidade para explorar nichos de mercado

A moda feminina possui várias possibilidades. Do básico ao sexy, ofereça diversas opções de produtos que atendam à demanda dos mais variados estilos para potencializar as vendas;

5 – Fidelize a clientela

Atendimento excelente aliado a produtos de qualidade fidelizam a clientela, e isso faz com que ela retorne, indique para outras pessoas. Mas para isso é importante oferecer uma experiência de consumo e criar um relacionamento sólido;

6 – Sob Medida

Modele produtos que valorizem o que as mulheres têm de melhor. A Hope, por exemplo, produziu e disponibiliza modelos de sutiãs com diferentes tamanhos, alternando o tamanho das costas com o busto para um caimento e conforto especial.

A Hope, empresa 100% brasileira, é pioneira no segmento ao expandir por meio do franchising. Abriu sua primeira franquia em 2005 e, desde então têm obtido excelentes resultados. Atualmente, a rede tem 165 lojas espalhadas em todo o Brasil e também atua no comércio eletrônico, por meio do site www.hopelingerie.com.br e fornece para varejos multimarcas no Brasil, além de exportar para 18 países.

Foto: Sandra Chayo, diretora de marketing da Hope.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

E-COMMERCE: CONHEÇA OS CINCO PRIMEIROS PASSOS PARA LEVAR O SEU NEGÓCIO PARA O DIGITAL

Após um 2020 tumultuado, o novo ano iniciou com perspectivas promissoras para o comércio online. …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn