HIGH SCHOOL PÓS PANDEMIA: UM CENÁRIO INTERNACIONAL QUE DEVE SER PLANEJADO NESTE SEGUNDO SEMESTRE DE 2021

O programa High School é um dos mais tradicionais de intercâmbio. Há alguns anos era considerado algo elitizado, apenas para os que tinham um bom capital guardado. Com o passar do tempo, as agências de intercâmbio fizeram várias parcerias com instituições bancárias, o que possibilitou o parcelamento desses programas. Além disso, ampliou-se a oferta de novas escolas no exterior, o que promoveu uma maior capilaridade na recepção de estudantes brasileiros. Com isso, as taxas ficaram mais favoráveis, o preço dos pacotes próximos a realidade de muitos pais e, ainda, com a possibilidade de parcelamento.

O que nenhum pai contava era com o cenário de pandemia global. Os estudantes que iriam cursar o Ensino Médio no exterior tiveram que se adaptar à nova realidade do isolamento. Tendo aulas remotas, e no Brasil. Com a reabertura das fronteiras nos Estados Unidos, em Maio de 2021, muitos desses estudantes irão embarcar neste segundo semestre de 2021. E é neste ponto, que os pais que ainda não planejaram o intercâmbio, no modelo de High School, devem ficar atentos. ” A Travelmate teve um aumento na procura pelo programa de High School de 30%, comparado ao ano passado. O que estamos orientando os responsáveis que querem mandar os seus filhos para o exterior, para cursarem o Ensino Médio, é começarem o planejamento já em Julho deste ano. Porque isso possibilita garantir a vaga desse aluno, já que houve um represamento dos estudantes que já pagaram pelo High School e não puderam ir ano passado. Ou seja, as escolas do exterior terão que comportar esses estudantes que não conseguiram ir em 2020, e os novos de 2021, e elas continuam tendo o mesmo tamanho. Assim, o planejamento se torna imprescindível para a garantia da vaga e o parcelamento do programa. Além disso, com um bom planejamento, o estudante e os pais conseguem ter mais assertividade quanto ao destino, valor projetável de quanto irá gastar, e etc”, explica Alexandre Argenta, CEO da Travelmate.

De acordo com o Google, nos últimos três meses de 2021, o intercâmbio educacional cresceu mais de 80%. Ainda segundo o Google, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo são as capitais do Sul e Sudeste com mais pesquisas sobre o assunto.

Os principais destinos comercializados pelas agências são os EUA, Canadá e Malta (Europa), segundo dados da BELTA (Associação Internacional de Agências de Intercâmbio). Para Eduardo Heidemann, COO da TravelMate, que tem mais de 25 anos no setor, a hora para investir no futuro dos filhos é agora. “Estamos vendo uma corrida muito grande de pais, que mesmo no momento de crise sabem que fazer intercâmbio é uma oportunidade que abre muitas portas lá na frente”, esclarece Heidemann.

Pensando neste cenário, Eduardo Heidemann, especialista em intercâmbios e COO da TravelMate lista 3 dicas para os pais acertarem no planejamento do High School.

Quanto antes melhor

É necessário ter um dinheiro prévio para o intercâmbio, porém há a possibilidade de parcelamento. Quanto antes se programar, mais vantagens se tem. Com muitos estudantes que remarcaram a viagem para 2022, por causa do isolamento social, as vagas podem ser mais concorridas, se preparar é o necessário, podendo estender até o segundo semestre do próximo ano.

Pesquise

Pesquise se aquela instituição tem sede em outros países, se há o certificado de regulamentação da BELTA. A TravelMate tem 25 anos de existência e mais de 25 mil intercambistas que realizaram seu sonho de morar fora e cursar o high school.

Veja se o destino é compatível com seu filho

A importância de se ter um agente de intercâmbio pode ajudar a escolher o melhor destino. Aqui na TravelMate temos profissionais capacitados para auxiliar na melhor escolha e no melhor programa de intercâmbio.

Criada há 19 anos, a TravelMate tem como objetivo promover a educação internacional, por meio de vários programas de intercâmbio que atendem pessoas em todas as fases da vida. O foco está em proporcionar segurança, atendimento e suporte durante toda a vivência desse intercambista em outro país. A rede de franquias de intercâmbio e turismo comandada por Alexandre Argenta e Eduardo Heidemann possui uma ampla equipe em 50 unidades do Brasil, que é treinada regularmente para promover uma ótima vivência aos que embarcam com a TravelMate e para que a experiência de trabalhar na TM seja satisfatória para todos e todas. Foram mais de 25 mil vidas transformadas pela rede TravelMate, 25 mil projetos tirados do papel, e 25 mil embarques para o exterior.

A rede ainda é associada da Belta – Associação das Agências de Intercâmbio do Brasil – que existe há 26 anos e é a única associação que tem como foco certificar com o Selo Belta agências confiáveis no setor de intercâmbio, por meio de um processo cuidadoso de análise financeira, técnica e ética das agências. Atualmente, as agências especializadas Selo Belta representam 75% do mercado de educação internacional.

 

Foto 1 – Alexandre Argenta, CEO da Travelmate.

Foto 2 – Eduardo Heidemann, COO da TravelMate.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PODCAST PANORAMA DE NEGÓCIOS TEM COMO TEMA MOBILIDADE URBANA INTELIGENTE DE FORMA SUSTENTÁVEL

Neste episódio do podcast Panorama de Negócios vamos falar sobre mobilidade urbana inteligente de forma …

Facebook
Twitter
LinkedIn