MESMO SEM FUNCIONAR, LOJISTAS DE SHOPPINGS DE CAMPINAS RECEBEM COBRANÇA

Com as atividades suspensas inicialmente até o final de abril, como medida de segurança para evitar a propagação do COVID-19 e atendendo decreto municipal de Quarentena, lojistas dos oito shoppings centers de Campinas começaram a receber nesta semana boletos para pagamento de aluguel, condomínio, taxa de publicidade e propaganda e adicionais, com vencimento para o inicio de abril. Somente na cidade de são cerca de 1,4 mil estabelecimentos comerciais com operações nos centros de compra.

De acordo com o presidente da Comissão de Shoppings Centers da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) seccional Campinas, Gustavo Maggioni, há relatos de lojistas encaminhados à entidade de que as administrações estão condicionando descontos futuros no aluguel à pontualidade no pagamento, com vencimento a partir do dia 5 de abril. A data pode variar de acordo com cada shopping. Para Maggioni, a OAB Campinas entende a cobrança como abusiva, uma vez que os lojistas estão com as atividades suspensas, sem vendas e sem dinheiro até mesmo para efetuar o pagamento de salários de seus funcionários, no próximo dia 5 de abril.

A orientação da OAB Campinas é de que o lojista procure a direção do shopping e busque uma negociação amigável das cobranças. “Caso haja recusa, ele deve entrar com uma medida judicial para suspender as cobranças”, explica

No último dia 24, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), que representa as donas das redes de centros de compras, informou que a cobrança de aluguel dos lojistas seria adiada, e não isenta como chegou a anunciar a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop).

O presidente da Abrasce, Glauco Humai, disse que a recomendação para as redes de shoppings é que o aluguel seja postergado nesse período de crise provocada pela pandemia global do coronavírus.

 

Foto 1 – Presidente da Comissão de Shoppings Centers da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) seccional Campinas, Gustavo Maggioni.

Foto 2 – Presidente da Abrasce, Glauco Humai.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

RAPIDÃOAPP DEVE FECHAR PRIMEIRO ANO DE ATIVIDADES COM 250 OPERAÇÕES

Criada para atender a pequenas e médias cidades, entre 25 mil e 600 mil habitantes, …

Facebook
Twitter
LinkedIn