PORTOSRIO E MPOR INAUGURAM PRIMEIRA FASE DA ANPLIAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DO CAIS DA GAMBOA NO PORTO DO RIO DE JANEIRO

A PortosRio e o Ministério de Portos e Aeroportos (MPor) inauguraram nesta segunda-feira (06/05) a primeira fase da ampliação e modernização do Cais da Gamboa, o trecho mais antigo do Porto do Rio de Janeiro. O evento contou com a participação de autoridades, representantes empresariais e membros da comunidade portuária.

Durante a cerimônia, o ministro Silvio Costa Filho revelou planos adicionais de investimentos em infraestrutura portuária, incluindo a segunda etapa das obras no Cais da Gamboa e a realização de dragagem nesse trecho para aumentar a profundidade dos berços de atracação de 8,5 metros para 13,5 metros, permitindo a operação de navios de maior porte, como os do tipo Panamax, e aumentando a atratividade do porto.

O ministro e o presidente da PortosRio, Francisco Martins, anunciaram iniciativas estratégicas para impulsionar a modernização e a eficiência operacional. Entre elas, destaca-se a assinatura de um Termo de Intenções para formalização de uma cooperação técnica com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para o desenvolvimento de estudos de mercado, visando orientar o crescimento do complexo portuário e subsidiar futuros projetos de expansão.

Outro Termo de Intenções foi assinado com o Parque Tecnológico Itaipu (PTI), para formalização de uma cooperação técnica com o objetivo de implementar soluções tecnológicas para fortalecer a segurança e modernizar as operações portuárias, especialmente no combate a ilícitos, projetos e infraestrutura e na descarbonização.

A inauguração da ampliação e modernização do trecho de 600 metros do Cais da Gamboa representa um marco histórico para a PortosRio, refletindo seu compromisso com o desenvolvimento do Porto do Rio de Janeiro. Os investimentos de aproximadamente R$150 milhões demonstram a determinação em preparar o porto para os desafios e oportunidades do século XXI, garantindo sua competitividade e relevância nacional e internacional. Para o presidente Francisco Martins, este é apenas o começo de uma nova era para o Porto do Rio de Janeiro, com contínuos investimentos em infraestrutura para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da região.

A estrutura do Cais da Gamboa, inaugurado em 1910, consistia em um muro com base de chapas metálicas e constituído de pedras de cantaria argamassadas, construído com as técnicas disponíveis na época. Essa estrutura não suportaria a execução de uma dragagem no local, mas com a conclusão dessas obras, agora será possível. Além disso, as obras contribuirão para um melhor desempenho na utilização da retroárea, no transporte interno e na segurança das operações, impulsionando um maior fluxo de cargas. O Cais da Gamboa tem potencial para movimentar diversos tipos de carga geral e granéis, como trigo, ferro gusa, concentrado de zinco e cargas de apoio às atividades offshore, entre outros.

 

Foto 1 – Ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho e o presidente da PortosRio, Francisco Martins.

Foto 2 – Inauguração da primeira fase da ampliação e modernização do Cais da Gamboa.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

SOFTWAREONE CRIA UNIDADE DE NEGÓCIO PARA FORTALECER OFERTA DE SERVIÇOS DA MICROSOFT NO BRASIL

O recente lançamento do Microsoft Copilot e a ascensão do uso da Inteligência Artificial Generativa …

Facebook
Twitter
LinkedIn