PRIMEIRO ENCONTRO NA ROTA DOS VINHOS ACONTECE EM VALINHOS

Os vinhos acompanham a evolução econômica de diversas civilizações. No Brasil, o vinho têm conquistado cada vez mais as taças dos consumidores. Acompanhando esse movimento, o 1º Encontro na Rota dos Vinhos será promovido dia 28 de setembro, quarta-feira, às 19h, no Hojosi_sommeliertel Blue Tree Valinhos. A abertura do evento será conduzida pela empresária da Essenza Consultoria e Eventos, Claudia Bortolleto. “Nós percebemos que o perfil do apreciador de vinhos é tão diversificado quanto os rótulos. Por isso, trouxemos a palestra da sommelière para apresentar algumas particularidades dos vinhos de Mendoza”, explica Claudia. Ela acrescenta que a Barbarela Turismo é especializada em enoturismo e vai compartilhar a experiência de levar turistas brasileiros para conhecer Mendoza.

De acordo com a proprietária da Barbarela Turismo, Renata Serrano, a proximidade e a isenção de tributos graças aos Mercosul não só abrem as portas para os vinhos argentinos, como também atrai turistas brasileiros. Atentos a essa rota, os organizadores do 1º Encontro na Rota dos Vinhos escolheram Mendoza para estrear o calendário de eventos, cuja proposta é apresentar aos brasileiros desde a produção dos vinhos aos hábitos culturais e gastronômicos de uma região. “O enoturismo tem muito potencial justamente por mobilizar outros pilares culturais, como a gastronomia. Isso não diz respeito somente aos restaurantes. Os produtores de queijos e embutidos, por exemplo, entram nos roteiros de viagens, proporcionando excelentes harmonizações”, explica Renata.

A sommelière e proprietária da BrancoTinto Wine Store, Josi Pieri, vai conduzir uma apresentação sobre “Mendoza – Capital do Vinho Argentino”. “Nossa proposta com o evento é trazer conhecimentos sobre os vinhos argentinos, mostrando aos participantes outros aspectos da cultura local capazes de enriquecer a experiência”, comenta Josi. De acordo com ela, a região tem produtores como Bodega Trivento, Catena, Norton, Lagarde, Weinert, Trapiche, Finca Flichman, com os quais os brasileiros estão familiarizados e querem conhecê-las in loco, além de outras vinícolas que atendemrenata_barbarela o mercado argentino e que proporcionam novas experiências.

Como a Bodega Trivento, braço argentino da vinícola Concha y Toro, é conhecida pelos brasileiros apreciadores de vinho, ela terá uma apresentação exclusiva e que será conduzida pelo argentino Martin Garcia Pomilio. A Trivento se converteu na marca argentina de vinhos de maior cobertura internacional posicionando a empresa entre as exportadoras mais destacadas da Argentina. Seus vinhedos possuem estrutura para receber visitantes do mundo todo, em busca de degustação e aprendizado sobre o universo dos vinhos.

O reconhecimento da produção nacional com 83,7 mil hectares área de produção vitivinícola, com mais de 1,1 mil vinícolas, e a importação de rótulos compatíveis com diferentes bolsos e gostos não param de conquistar o consumidor brasileiro. De acordo com o Instituto Brasileiro de Vinho (IBRAVIN), o país se consolidou como o quinto maior produtor da bebida no Hemisfério Sul, em 2015.  Nesse mesmo ano, a importação de vinhos e espumantes ultrapassou os 80 milhões de litros. A Argentina ganhou destaque como o segundo país de origem das importações.

 

 

Foto 1 – Sommelière e proprietária da BrancoTinto Wine Store, Josi Pieri.

Foto 2 –  Proprietária da Barbarela Turismo, Renata Serrano.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

MEDSÊNIOR INAUGURA OPERAÇÃO EM CAMPINAS COM INVESTIMENTO INICIAL DE R$ 10 MILHÕES

Com investimento de R$ 10 milhões e com atuação em seis estados (Espírito Santo, Minas …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn