THE TOWN – INFLUÊNCIA DE BILHÕES NA ECONOMIA E COMPROMISSO COM QUESTÕES AMBIENTAIS

Considerado um dos maiores festivais de música já em sua primeira edição, o The Town firmou-se também como um evento que gerou impacto positivo de bilhões de reais na economia, além de promover questões ambientais importantes.

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, o The Town aconteceu entre os dias 02 e 10 de setembro, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. O evento contou com diversas atrações musicais nacionais e internacionais de renome, como Post Malone, Demi Lovato, Bruno Mars, Alok, Ludmilla, entre outras.

Além da estrutura montada para os shows, o The Town dispôs de dezenas de quiosques e espaços voltados para ações de diversas marcas. A estratégia em promoção das marcas dentro de um festival de música gerou resultados significativos para o evento, movimentando bilhões de reais, além de promover vagas de emprego.

De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pelo levantamento dos números do evento, o The Town foi responsável pela movimentação de R$ 1,9 bilhão.

Além da soma arrecadada em dinheiro em todos os dias do festival, o The Town foi responsável pela criação direta e indireta de 23,4 mil vagas de trabalho. Já o público, que chegou à marca de aproximadamente 500 mil pessoas, movimentou impostos que ultrapassaram a casa de R$ 210 milhões.

Com números bilionários, o The Town consolidou-se como o maior festival de música da cidade de São Paulo, capital conhecida por outras grandes produções. O impacto econômico do evento também promoveu a busca por hospedagem na região, aumentando a atividade do ramo em 85% nos finais de semana do evento.

Responsabilidade sustentável do The Town

Assim como o Rock in Rio, os criadores do The Town seguiram o lema “Por um Mundo Melhor” e implementaram diversas ações voltadas à sustentabilidade durante o evento.

A fim de estimular práticas mais sustentáveis, como a reciclagem e diminuição de resíduos, empresas parceiras presentes no evento aderiram à utilização de copos reutilizáveis. Além disso, empresas responsáveis pelas estruturas dos palcos garantem que os aços utilizados para montagem foram 100% reciclados.

Com o intuito de promover a redução do consumo energético e deixar a conta de luz mais barata, diversas ações foram tomadas pelos responsáveis na geração de energia, como a utilização de postes de iluminação abastecidos por energia solar e o fornecimento de carrinhos elétricos para a equipe técnica.

Além disso, a campanha pela redução no consumo trouxe a proposta de, após o evento, trocar uma lâmpada convencional para cada pessoa presente no evento por iluminação de LED em escolas, hospitais e instituições sem fins lucrativos.

A utilização de políticas sustentáveis no megaevento garante que novos festivais busquem soluções limpas em futuras edições, além de promover impacto positivo para o público presente.

 

Foto: The Town 2023.

Crédito: Divulgacao

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CO-FUNDADORA DO ARQ FUTURO DEFENDE RECUPERAÇÃO DOS CENTROS COMO OPÇÃO DE MORADIA

Nesta semana Campinas foi sede de um evento com palestrantes internacionais e expoentes brasileiros dos …

Facebook
Twitter
LinkedIn