EM JUNHO, CUB ACUMULA ALTA DE 2,14% em 2023

O Custo Unitário Básico (CUB) global da indústria da construção do Estado de São Paulo registrou variação positiva de +0,64% em junho de 2023, acumulando variação positiva de +2,14% no ano e alta de +3,18% no cálculo em 12 meses.

Os dados são do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e da FGV (Fundação Getúlio Vargas). O CUB é o índice oficial que reflete a variação dos custos das construtoras, de uso obrigatório nos registros de incorporação dos empreendimentos imobiliários e um importante termômetro na variação dos custos de mão de obra e serviços.

Em junho, a variação dos custos com administrativo (salário dos engenheiros) foi +0,59%, acumulando alta de +1,70% em 2023 e +2,39% em 12 meses. Já com o item mão de obra, as variações foram positivas em +0,88% no mês, +4,22% no ano e +5,85% em 12 meses em junho.

Em relação aos custos dos materiais, as variações em maio foram: +0,32% no mês, -0,56% em 2023 e -0,23% em 12 meses.

O CUB representativo da construção paulista (R8-N) ficou em R$ 1.954,65 por metro quadrado em junho.

Com desoneração

Nas obras incluídas na desoneração da folha de pagamentos, o CUB registrou variação positiva de 0,61% no sexto mês do ano. A variação no ano foi positiva em +1,99% e em 12 meses, 2,98%, em junho.

O custo médio da construção paulista (R8-N) subiu para R$ 1.823,80 por metro quadrado no levantamento.

Em junho, na comparação com o mês anterior, a variação dos custos médios das construtoras administrativo foi +0,59%. Os custos desonerados relacionados aos materiais foram +0,32%; e com mão de obra, +0,86%.

Custos dos insumos

Em junho, 25 itens apresentaram variações acima do IGP-M (-1,93%), sendo as mais representativas: Cimento CPE-32 saco 50kg (+3,39%), Registro de pressão cromado Ø=1,27cm (+1,92%), Janela de correr 2 folhas 1,2×1,2 m (+1,19%), Porta lisa p/ pintura 3,5x70x210cm (+1,18%) e Placa cerâmica (azulejo) 15x15cm 1ª linha PEI II (+1,04%).

Em junho, as variações de 25 itens pesquisados ficaram acima do índice do IGP-M (-6,86%), em 12 meses, sendo as mais representativas: Registro de pressão cromado Ø=1,27cm (+10,64%), Placa cerâmica (azulejo) 15x15cm 1ª linha PEI II (+9,79%), Bloco de concreto 19x19x39cm (+9,67%) e Brita 2 (8,93%).

 

Foto: Obra da construção civil.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CO-FUNDADORA DO ARQ FUTURO DEFENDE RECUPERAÇÃO DOS CENTROS COMO OPÇÃO DE MORADIA

Nesta semana Campinas foi sede de um evento com palestrantes internacionais e expoentes brasileiros dos …

Facebook
Twitter
LinkedIn