FÓRMULA & CIA SUPERA A CRISE COM GESTÃO E QUALIDADE DE SEUS PRODUTOS

A Fórmula & Cia. – Farmácias com Manipulação, de Campinas, que completa 28 anos em 2017, chega à média de 5,4 mil produtos manipulados por mês, entre medicamentos e cosméticos, conta com uma equipe de 81 pessoas, das quais 50 são técnicos de farmácia e auxiliares técnicos, que atuam diretamente nos laboratórios com a manipulação dos produtos, 22 no se2515(a)_Laboratorio_Formula&Cia_crédito_Roncon&Graça Comunicaçõestor administrativo, atendimento ao cliente nos balcões e no sistema 0800, motoqueiros próprios treinados para a entrega de medicamentos e nove farmacêuticos. A Fórmula & Cia conta com duas unidades em Campinas no centro e no bairro do Cambuí. O seu diretor-proprietário, Marcos Ebert, prevê em 2017, em razão da conjuntura econômica atual, manter o mesmo faturamento de 2016, em torno de R$ 3,5 milhões. A empresa conta com sete laboratórios nas suas duas unidades, que produzem cápsulas, soluções orais, modulação hormonal e fórmulas dermatológicas e cosméticas.

Marcos Ebert lembra que mesmo no período forte da crise econômica do país, manteve o quadro de funcionários e até ampliou o número de farmacêuticos, apesar do aumento no custo de insumos, visando a qualidade dos produtos manipulados e o respeito aos seus clientes com qualidade de gestão, pessoal qualificado e treinamento constante dos profissionais. “A gente manteve a equipe e até trouxemos mais farmacêuticos para aprimorar e melhorar a nossa equipe. O mercado não está favorável, mas a gente conseguiu manter o movimento e a nossa estrutura porque acreditamos numa retomada do país. Existe uma carga anual de treinamento. Tudo isso é remunerado com horas extras, pois sempre tem novidades saindo no mercado e sempre tem coisas para aprender, para se desenvolver e para melhorar e a gente sempre quer que q equipe além de motivada esteja preparada para atender as necessidades que o mercado apresente”, diz.Laboratorio_Fórmula&Cia-2_crédito Roncon&Graça Comunicações

A farmacêutica e diretora Técnica da Fórmula, Márcia Piva, acrescenta que a orientação dos profissionais farmacêuticos aos clientes – a chamada Atenção Farmacêutica é outro fator importante. “Nossa equipe de nove profissionais farmacêuticos está capacitada para essa tarefa, inclusive orientando e tirando possíveis dúvidas dos clientes durante o período de tratamento”, acrescenta.

O diretor da Fórmula e Cia, Marcos Ebert, explicou que cerca de 95% das matérias primas são importadas. “O Brasil não é um produtor significativo de matérias primas farmacêuticas, então mais de 95% das nossas matérias primas são importadas. Nós usamos as distribuidoras de matérias primas, que são empresas que fazem essa importação. Todas elas são habilitadas pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, e constantemente certificadas”, destaca.

Ele disse ainda que conta com uma avaliação dessa matéria prima que chega à Fórmula & Cia. “A gente verifica a qualidade dessas matérias primas antes de usá-las paMarcos Ebert, diretor Fórmula & Cia-2_crédito_Roncon&Graça Comunicaçõesra fazer as medicações. Toda matéria prima que chega aqui nós temos um laboratório terceirizado que faz os exames mais sofisticados para comprovar a qualidade e eficácia e um laboratório nosso que analisa para ver se aquela matéria prima está boa e dentro dos parâmetros que são exigidos para que a medicação faça efeito”, explica.

A Fórmula & Cia disponibiliza orientação farmacêutica e tirando possíveis dúvidas de seus clientes durante o período de tratamento. A empresa mantém um histórico de seus clientes com receitas, uso da medicação manipulada, numa base de dados dos dois últimos anos que conta com cerca de 100 mil clientes. Segundo Marcos Ebert, são atendidos aproximadamente 3.500 pessoas por mês em suas duas unidades. “O medicamento manipulado é um medicamento personalizado. O médico ao prescrever uma medicação ele analisou todas as características e faz uma receita médica que nós vamos 5476(b)_Marcia_Piva_Dir_Tecnica_Fórmula&Cia_credito_Roncon&Graça Comunicaçõesmanipular. Essa receita médica pode ser por um prazo determinado, ou seja, uma vez só e existe  a possibilidade de fazer  usa por 4 meses ou período continuo. Nós temos isso na nossa base de dados  por pelo menos 2 anos. Se uma pessoa perde a receita e o médico mandou continuar o tratamento. A pessoa vem aqui ou liga no 0800 e ele vai ter as possibilidade de saber qual a medicação e repetir. A equipe farmacêutica vai poder consultar arquivos daquele cliente e orientar sobre a maneira adequada para tomar a medicação”, conta.

As novidades no segmento de manipulação não param. A diretora Técnica da Fórmula, Márcia Piva, afirma que a individualização do medicamento através do comprimido orodispersível, que se dissolve rapidamente na saliva, sem a ingestão de água, é uma dessas novas possibilidades, antes apenas acessível na indústria farmacêutica e que agora também acessível para a manipulação. Outras formas de apresentação de medicamentos manipulados, como os em forma de gomas flavorizadas – laranja, morango ou chocolate, ajudam a diminuir o sabor amargo de alguns medicamentos, proporcionando assim uma adesão mais fácil, principalmente por parte do público infantil.

Fotos 1 e 2 – Laboratórios da Fórmula & Cia.

Foto 3 – Diretor proprietário da Fórmula & Cia, Marcos Ebert.

Foto 4 – Diretora Técnica da F´rmula & Cia, Márcia Piva.

Crédito: Roncon & Graça Comunicações.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

VAREJO VOLTA A CRESCER EM DEZEMBRO

Seguindo a previsão do Departamento Econômico do Santander, o IGet (Índice Getnet de Vendas do …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn