PwC ANUNCIA COMPROMISSO DE NEUTRALIZAR EMISSÕES DE CARBONO ATÉ 2030

A PwC assumiu o compromisso global de neutralizar suas emissões de gases de efeito estufa (GEE) até 2030. Além disso, a firma assumiu o compromisso de apoiar os clientes a reduzir suas emissões, bem como reduzir as das operações e fornecedores do network PwC.

O network se compromete a reduzir suas emissões, ajustando atividades como viagens e utilizando energia limpa, e a neutralizar o impacto remanescente, investindo em projetos de neutralização de carbono. Também ajudará seus fornecedores a reduzir o seu próprio impacto climático.

No ano fiscal 2020 (julho de 2019 a junho de 2020), o network PwC prestou serviços a 84% das empresas da Global Fortune 500 e a mais de 100 mil empresas privadas e empreendedores. É esta posição que permitirá à PwC desempenhar um papel relevante na transição para uma economia de baixo carbono em todo o mundo.

Para apoiar esses esforços, o network PwC continuará a contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas que apoiem emissões zero nos níveis nacional, regional e global. Bob Moritz, chairman global da PwC, afirma que as empresas e as economias devem evoluir rapidamente para enfrentar os desafios significativos que nossas sociedades e nosso planeta enfrentam. “Seja em razão das nossas necessidades humanas ou do ponto de vista das decisões relacionadas à alocação de capital, é do interesse de todos que vejamos uma mudança sistêmica que evite a catástrofe climática e abra o potencial de crescimento verde”, diz. “Um mundo com emissão zero está ao nosso alcance. Chegar lá exigirá inovação, trabalho árduo, colaboração e ousadia, mas os benefícios serão imensos. A comunidade empresarial tem a responsabilidade de agir e estamos determinados a cumprir nossa parte, não apenas em nossas próprias operações e cadeia de suprimentos, mas também na forma como aconselhamos e apoiamos nossos clientes para criar um mundo sustentável para as gerações futuras”, ressalta.

Levando a ambição da PwC ainda mais longe e mais rápido

A meta do network global é baseada na ciência e está alinhada com uma trajetória prevista de aumento de 1,5°C na temperatura do planeta. A PwC se compromete a reduzir as emissões totais de gases de efeito estufa em 50% em termos absolutos até 2030.

Isso inclui a adoção de fontes de energia 100% renováveis em todos os territórios em que a PwC atua, bem como melhorias na eficiência energética em nossos escritórios e a redução, pela metade, das emissões associadas a viagens de negócios e hospedagem em uma década.

As emissões associadas aos voos representam atualmente cerca de 85% da pegada de carbono total do network PwC. A pandemia de Covid-19 acelerou a mudança para o trabalho remoto e demonstrou a viabilidade de novos modelos de serviço ao cliente, como parte de uma transformação de longo prazo dos serviços da PwC.

Para atingir a meta de 100% de descarbonização, a PwC também investirá em projetos de neutralização de carbono, incluindo soluções climáticas naturais. Para cada tonelada restante (CO2 equivalente) que emite, a PwC removerá uma tonelada de dióxido de carbono da atmosfera para atingir a neutralidade até 2030. Os projetos serão selecionados com base em critérios de qualidade e verificação do impacto da neutralização de carbono, e apoiarão ações locais de desenvolvimento social e econômico.

Trabalhar com os clientes para acelerar a transição 

Para enfrentar o desafio climático, é necessária uma transformação radical em todos os setores da economia global e em todas as partes do mundo.

Com alcance global em 157 países, presença em diversos setores e 284 mil profissionais oferecendo suporte aos clientes em todos os estágios – desde a reformulação da estratégia e transformação do negócio até transações, auditoria e impostos -, a  PwC tem uma grande oportunidade de acelerar a transição energética para um futuro neutro em emissões, em colaboração com seus clientes.

O network PwC apoia as organizações à medida que desenvolvem e implementam planos concretos para chegar a essa meta. Isso inclui o realinhamento da estratégia corporativa, talentos, governança e responsabilidade, modelo operacional, inovação e pesquisa e desenvolvimento (P&D), gestão fiscal e transformação da cadeia de suprimentos. Outras áreas incluem parcerias e alianças, e assuntos corporativos e regulatórios.

A partir da experiência acumulada em trabalhos realizados para clientes em sustentabilidade e transformação para neutralização de emissões, a PwC incluirá em seus serviços análises climáticas baseadas na ciência. Por exemplo, a área de Consultoria (Advisory) está integrando  análise de riscos climáticos em serviços a clientes, fornecendo a eles avaliações sobre riscos e oportunidades climáticas, além de ajudá-los a transformar seus processos de negócios.

Outra área de foco será a integração de fatores climáticos e outros elementos ESG ao reporte de informações e à governança corporativa convencionais, onde a prática de asseguração (assurance) da PwC apoiará o desenvolvimento de padrões de divulgação e mensuração alinhados e de alta qualidade, ajudando os clientes a incorporá-los a seus relatórios e governança.

Através da sua área tributária, a PwC também ajudará seus clientes a compreender como a transformação para emissões neutras impactará a estratégia tributária, a transparência e as obrigações de conformidade, as oportunidades de subsídio e incentivo e os impactos na receita de organizações do setor público e privado.

Para expandir ainda mais suas capacidades de suporte aos clientes nessas áreas, a PwC nomeou Peter Gassmann para liderar sua nova prática global de ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e de Governança). Além disso, Nadja Picard foi nomeada a nova líder global de Reporting da PwC para conduzir o apoio aos clientes na incorporação de divulgações não financeiras a seus relatórios corporativos.

Ajudando a moldar e acelerar a agenda política e climática global  

A PwC apoia reformas que coloquem as necessidades dos stakeholders no centro da economia de mercado e conectem metas e ações aos resultados sociais e econômicos desejados que contribuam para a sustentabilidade de longo prazo. Apoiar a transição para a neutralização de emissões é parte fundamental deste processo.

À medida que as expectativas dos stakeholders aumentam, as organizações precisam cada vez mais relatar seus impactos ambientais e sociais e demonstrar progresso.

Como resultado, há uma necessidade maior de padrões ESG consistentes e comparáveis para que os investidores e outros stakeholders possam enxergar claramente como as empresas estão criando valor de longo prazo para a própria organização e para a sociedade.

A PwC apoia os esforços globais para desenvolver estruturas e padrões de relato ESG transparentes e robustos, inclusive por meio do trabalho com o Conselho Empresarial Internacional do Fórum Econômico Mundial, a Força-Tarefa do Conselho de Estabilidade Financeira para Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima (TCFD), o Conselho Internacional de Relato Integrado (IIRC), a Global Reporting Initiative (GRI) e o Sustainability Accounting Standards Board (SASB), entre outros.

A firma contribuirá para uma compreensão mais ampla de como atingir a meta de neutralização de emissões. Recentemente, a PwC lançou o guia prático “Building Blocks for Net Zero Business Transformation”, voltado para executivos de negócios e que objetiva ajudar empresas de todos os setores e tamanhos na transformação para a emissão zero.  A pesquisa foi produzida em associação com a Microsoft, a quem a PwC assessora na transformação para emissão zero, como uma contribuição para a iniciativa Transform to Zero, recentemente lançada pelo CEO global da empresa.

Mais detalhes dos planos da PwC para atingir a ambição de emissão zero em 2030, apoiar clientes e fornecedores e avançar no debate sobre o clima global serão compartilhados nos próximos meses.

Bob Moritz acrescenta que uma lição importante da Covid-19 é que as pessoas podem encontrar maneiras de fazer o impossível quando necessário. “Estamos aplicando parte desse aprendizado em nossos esforços para enfrentar a crise climática global. As mudanças a serem feitas não são simples ou fáceis, mas não são nada comparadas aos danos que as mudanças climáticas descontroladas podem impor à sociedade. Estamos entusiasmados em trabalhar juntos, com clientes, parceiros e todas as partes interessadas, para atingir nossos objetivos e fazer a nossa parte para apoiar os esforços globais e ajudar a endereçar os impactos das mudanças climáticas para um mundo mais sustentável e mais justo”, finaliza.

 

Foto: Bob Moritz, chairman global da PwC.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CAMPINAS GANHA NOVO EMPREENDIMENTO DE NOVO PADRÃO

Reconhecida há 55 anos pela pontualidade na entrega de empreendimentos, a construtora A.Yoshii acaba de …

Facebook
Twitter
LinkedIn