SEGURO PARA EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS OFERECE SEGURANÇA PARA QUEM INVESTE EM APARELHOS TECNOLÓGICOS

Quem já teve um bem material subtraído sabe a dor de cabeça que é ver um investimento “desaparecer” e ficar de mãos abanando. Justamente por conta disso, são muitas as pessoas que optam por planos de seguro para resguardar seus bens – os mais procurados são os voltados a automóveis, principalmente carros. Entretanto, uma tendência tem chamado a atenção das seguradoras que é o aumento pela procura de seguros para equipamentos portáteis.

Para Vanessa Alves, diretora comercial da San Martin Corretora de Seguros, esse aumento condiz com a realidade atual. “As pessoas buscam por praticidade e querem ter todas as ferramentas disponíveis na palma da mão, e os aparelhos modernos foram desenvolvidos justamente com esta finalidade: são leves e não ocupam tanto espaço, você pode levar para todo lugar”, explica.

Pela sua funcionalidade e por serem equipamentos altamente modernos com tecnologia de última geração, esses aparelhos custam muito caro. Por conta do alto valor investido, smartphones, tablets, notebooks, câmeras fotográficas e afins entram na lista de aparelhos visados, principalmente, a furtos e roubos. “Hoje, quase todo mundo tem um smartphone. Os mais simples estão na faixa de R$800, no mínimo. Mas a maioria investe muito nesses aparelhos porque não o utilizam apenas como um celular, ele é o meio de trabalho para muita gente, por exemplo”, explica.

Se você é adepto de uma vida mais prática, visando economizar o máximo de tempo possível, então provavelmente a maioria das suas coisas ficam armazenadas em dispositivos eletrônicos. Seja no celular, tablet ou notebook, são informações, fotos, contatos, anotações e um leque complexo e infinito de coisas que você simplesmente não pode perder. “Imagine um fotógrafo: a vida dele é a câmera, é o seu sustento. É um aparelho que custa muito caro e se acontecer alguma coisa não é apenas o bem material que vai embora, mas toda uma renda”, exemplifica.

O seguro não vai evitar que eventualidades aconteçam, como um furto, por exemplo, mas esta é a única forma de dar uma garantia caso aconteça. A cobertura oferecida pela San Martin é completa e inclui incêndio, raio, explosões e suas consequências; roubo ou furto qualificado de bens e danos elétricos. Além disso, a rede também oferece garantia internacional para sinistros ocorridos fora do país. As taxas variam conforme o plano escolhido. “Sempre jogamos limpo com o cliente, deixamos claro que o seguro cobre danos inevitáveis, como o furto do aparelho. Se você estiver trabalhando numa cafeteria e seu notebook desaparece enquanto você foi ao banheiro isso o seguro não cobre”, enfatiza Alves. “Um plano que cobre danos por água ou líquido provavelmente não vai lhe dar o benefício caso seu celular caia no vaso sanitário. O cliente deve estar atento para essas questões”, exemplifica.

Outra atenção que o cliente deve ter ao contratar o seguro é avaliar se o serviço compensa: como em muitas seguradoras, o valor do seguro oferecido pela San Martin é baseado na quantidade de risco que a situação oferece. “Se o caminho que você faz para o trabalho, por exemplo, é de alto risco e já apresenta altos índices de furto, então o valor cobrado neste caso será relativamente alto, até porque não compensa para a seguradora assumir um risco praticamente iminente”, alerta. Dessa forma, é natural que aparelhos mais visados, como smartphones, paguem prêmios mais caros.

Na San Martin, o preço do seguro para smartphones é calculado com base no valor pago pelo aparelho. O seguro para um celular de R$2 mil a até R$3 mil custaria R$600 ao ano – quanto mais moderno o aparelho, mais caro e, consequentemente, mais prejudicial é a subtração desse bem. “O seguro para equipamentos portáteis é ideal para quem quer resguardar seus aparelhos pessoais sem precisar arcar com o prejuízo em situações que fogem ao nosso controle”, diz Alves. O serviço da San Martin é oferecido a pessoas físicas e jurídicas e pode ser contratado em qualquer uma de suas 300 unidades franqueadas espalhadas pelo país.

Fundada em 1995 em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, como uma corretora de seguros convencional, a San Martin se destacou no mercado graças ao atendimento personalizado aos clientes e entrou para o franchising em 2014. São diversos serviços da área de seguros prestados a pessoas físicas e jurídicas, como seguro de vida, patrimonial (residências, empresas, condomínios), automóveis, saúde, viagens, eventos, entre outros. A rede conta com 300 unidades distribuídas pelo Brasil. O investimento inicial para se tornar um franqueado é a partir de R$ 29.900,00.

 

Foto: Seguro de Equipamentos.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

MERCADO DE CHOCOLATES FICA AQUECIDO COM PROXIMIDADE DA PÁSCOA

A Páscoa desse ano será celebrada no dia 31 de março. Como de costume, as famílias …

Facebook
Twitter
LinkedIn