ZONA AZUL: ACIAS ACOMPANHA DE PERTO ANDAMENTO DA LICITAÇÃO

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) está acompanhando de perto, junto à prefeitura, o andamento para a retomada do estacionamento rotativo. A movimentação de pessoas e de veículos na região central da cidade é intensa e as vagas para estacionar estão saturadas. A zona azul se faz necessária para solucionar esse problema.

No ano passado, a prefeitura publicou edital de licitação, mas o processo foi impugnado após a abertura dos envelopes. Em dezembro houve a republicação do edital com data para abertura dos envelopes marcada para o dia 10 de janeiro. Seis empresas se interessaram em explorar o serviço.

Nesta passada, em reunião com representantes da Prefeitura de Sumaré, o presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva, foi informado sobre o andamento do processo de licitação que vai definir qual empresa assumirá o serviço. “Na última quinta-feira (16/01) recebemos representantes da prefeitura na Acias que nos informaram sobre a abertura dos envelopes para a análise documental realizada no dia 10 (sexta-feira) e que os documentos foram encaminhados ao departamento jurídico para realizar a análise técnica das empresas que participam do processo de licitação. A expectativa é que este estudo termine na próxima semana”, explicou Silva.

O presidente da Acias lembra que Sumaré é a segunda maior cidade da Região Metropolitana de Campinas, tem um comércio forte e diversificado e a movimentação de consumidores na região central é intensa, gerando empregos, rendas e receitas para a cidade.  O estacionamento rotativo é a solução mais democrática para disciplinar o uso das vagas na região central.  “Infelizmente, não são raros os casos de pessoas que estacionam seus veículos e os deixam o dia todo nas vias públicas, impedido que outras pessoas também utilizem o mesmo espaço. É uma situação que prejudica consumidores e também o comércio”, observa.

Atualmente o controle de estacionamento na região central é realizado apenas de forma paliativa, pela prefeitura, durante o período de compras de final do ano.  “Esse paliativo no final dos últimos três anos não mais atende aos anseios dos empresários, consumidores e usuários dos diversos serviços que a região oferece. Isso reforça a real necessidade do estacionamento rotativo”, ratifica Silva.

Desde a suspensão do estacionamento rotativo, a Acias tem cobrado a prefeitura em busca de uma solução para esta questão e participa ativamente das reuniões do projeto para a reativação do serviço. Em agosto do ano passado, o presidente e diretores da Acias também participaram da sessão da Câmara de Vereadores e discutiram a importância do estacionamento rotativo.

A Acias não está medindo esforços junto à prefeitura no desenvolvimento e implantação do novo estacionamento rotativo. A retomada do serviço é essencial para reorganizar o trânsito e o estacionamento de veículos, evitando a evasão de consumidores, o que vem acontecendo há tempos com muita frequência.

 

Foto 1: Avenida 7 de Setembro em Sumaré.

Foto 2:  Presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CALOR PROVOCA AUMENTO DOS PROBLEMAS VASCULARES

Apesar de estarmos em uma estação intermediária entre o inverno e o verão, a primavera …

Facebook
Twitter
LinkedIn