ACIC ADIA CELEBRAÇÃO DOS SEUS 100 ANOS E DESTACA OS DESAFIOS DE 2020 EM SUA HISTÓRIA

Justamente no ano que deveria ser de extensa programação comemorativa pelos seus 100 anos – que serão completados no próximo 21 de novembro – a Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC) tem enfrentado toda ordem de desafios provocados, principalmente, pelo fechamento e/ou abertura parcial do comércio não essencial impostos pela quarentena decretada pelas autoridades governamentais para o enfrentamento da Covid-19.

As celebrações tiveram que ser adiadas para 2021, inclusive o lançamento do livro sobre o centenário, pois o momento é de sobrevivência, de assegurar a saúde financeira das empresas e zelar pela manutenção dos empregos. “O momento é de mostrar o valor e o papel de Associação que une, que conecta, e que aproxima toda a cadeia aos segmentos que representa para munir o empreendedor com informações e conhecimento para o enfrentamento das adversidades”, explica Adriana Flosi, presidente da ACIC.

A programação comemorativa, adaptada para o universo online e seguindo as ações de 2020 que objetivam dar suporte aos empresários para a superação dos desafios, será restrita a três palestras gratuitas na chamada “Semana do Centenário”, entre os dias 23 e 27 de novembro. No dia  23, das 11h às 12h, será realizada a palestra “O novo jeito de vender!, por André Ortiz, PhD e professor de Neuromarketing pela Florida Christian University nos Estados Unidos, palestrante Internacional com mais de 30 anos de experiência prática em Vendas e considerado o “Maior Youtuber de Vendas do Brasil”, com mais de 13 milhões de visualizações. A proposta é contribuir para que os empreendedores aumentem as suas vendas e conheçam as novas formas de atingir seus resultados de vendas com a retomadas das vendas físicas.

No dia 25, no mesmo horário, o empresário Conrado Adolpho, especialista em alavancagem rápida de micro e pequenas empresas e autor do best-seller de marketing “Os 8Ps do Marketing Digital”, apresentará o tema “As 3 fases da persuasão: pré-suasão, gatilhos mentais e quebra de objeções”.  No dia 27, também das 11h às 12h, o maior especialista de vendas B2B do Brasil pela B2B Experience, Thiago Reis, fundador e CEO da Growth Machine, falará sobre “Como prospectar para vender mais”, orientando sobre os processos de prospecção para a melhoria dos resultados. Informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 2104-9200. Inscrições devem ser feitas no link https://www.sympla.com.br/acicampinas. “A nós, enquanto Associação e legítimos representantes dos setores de comércio, indústria e serviços, cabe motivar os empresários nessa difícil transição para o `novo normal’. Nosso papel continua sendo o direcionamento e a preparação dos gestores para um novo modelo que já tem exigido uma comunicação muito mais rápida e eficaz com os clientes, uma aproximação maior com os colaboradores – que nesse momento assumem diferentes papéis e funções – e o aprendizado e conhecimento das tecnologias que chegam para inovar”, diz.

Desafios de 2020

Segundo Adriana Flosi, a pandemia do novo coronavírus impôs desafios insólitos aos empresários e 2020 está sendo um ano de adaptações, de resiliência, de reinvenção e, acima de tudo, de superação para os diferentes setores da economia, em especial para os pequenos e médios negócios. “Está sendo um ano de lutas, com perdas e ganhos. De um lado, sofremos com o fechamento de 290 lojas apenas no centro expandido de Campinas e vimos empresários padecerem com o faturamento sendo reduzido dia a dia, de outro, presenciamos a livre iniciativa se reinventando e permitindo a abertura de 3.950 estabelecimentos (período de janeiro a setembro/2020), graças ao espírito empreendedor, próprio da natureza do povo de Campinas”, informa.

A presidente lembra que a Associação Comercial e Industrial de Campinas está ao lado dos empreendedores todo o tempo, estendendo os braços para ampará-los nos momentos mais difíceis e buscando orientá-los para que possam retomar suas atividades econômicas, e mostrando a necessidade de quebrar os paradigmas que garantiram, por anos, situações mais confortáveis. “Num primeiro momento, quando a única possibilidade de aproximação com os clientes e realização de negócios limitou-se à internet, A ACIC disponibilizou rápida e gratuitamente a plataforma MarketUP para permitir a inclusão dos nossos associados no universo digital. Foram principalmente beneficiadas as micro e pequenas empresas que têm dificuldade de custear os processos de gestão para essa transformação. O e-commerce e a gestão digital são, indiscutivelmente, hoje, uma decisão imprescindível para os negócios que desejam permanecer relevantes e que ultrapassa o momento de crise econômica, gerada pela pandemia da Covid-19”, recorda.

Já as novas possibilidades para os associados foram apresentadas de forma virtual, por meio de cursos e palestras orientativas, que mostraram exemplos de oportunidades, além de apresentações de cases de empresários que estavam conseguindo navegar nas turbulências do mercado. As orientações, estratégias, ferramentas e inspirações puderam ser aplicadas por empresários de diferentes portes, em especial pelos pequenos varejistas, e foram cruciais para a manutenção de grande parte das empresas ao permitir a melhoria dos seus processos e a retomada das vendas.  O “Retail Conference”, a grande conferência de varejo que aconteceu no ambiente online, no dia 11 de novembro, mesmo na pandemia ofereceu a qualidade de conteúdo que, nos últimos oitos anos, referendou o evento como um dos mais relevantes do segmento no interior paulista.

Sociedade civil sem fins lucrativos, a Associação Comercial e Industrial de Campinas é a principal representante dos setores do comércio, indústria e serviços de Campinas junto às instâncias do poder público.  Sua diretoria é composta de 36 membros, todos empresários atuantes em Campinas, assim como os 22 presidentes que passaram pela Entidade nesses 100 anos. A Acic é a sede da 7ª Região Administrativa da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP), que congrega 37 municípios, e sua atuação vai além da defesa dos interesses das classes que representa. A Entidade tem voz e representatividade em mais de uma dezena de conselhos municipais, os quais impactam em importantes tomadas de decisões para Campinas. Também tem como missão reforçar a condição de Campinas como polo industrial de alta tecnologia e porta de entrada e saída para o mercado externo.

A Associação foi fundada como “Centro Commercial de Campinas”, em 21 de novembro de 1920, por 12 comerciantes reunidos no Salão Nobre da Sociedade Luiz de Camões. Apenas posteriormente, em 1957, seu nome mudou para Associação Comercial e Industrial de Campinas. Naquele momento, o Centro histórico, comercial e arquitetônico da cidade já estava consolidado. Foi o que motivou os comerciantes a se organizarem na defesa dos interesses dos setores nos quais atuavam e, também, para colaborar com o desenvolvimento do município.

Para apoiar o empreendedor e auxiliar os seus associados de diferentes segmentos e portes nos processos de gestão dos negócios a fim de impulsionar os seus resultados, a ACIC atua em quatro pilares: “Redução de Custo”, “Oportunidades de Negócios”, “Educação Empreendedora” e “Soluções Digitais”. Em seu escopo de trabalho estão também programas como o de “Formação de gestores” e o de “Networking”, além de eventos, sendo os principais o Retail Conference – Fórum de Varejo da Acic  – e a Semana de Negócios e Empreendedorismo. Juntos, os dois eventos já impactaram aproximadamente 20 mil pessoas.

 

Foto 1 – Adriana Flosi, presidente da Acic.

Foto 2 – Sede atual da Acic.

Foto 3 – Primeira sede da Acic.

Foto 4 – Vista aérea do centro de Campinas na década de 30.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CUIDADOS PARA UMA BOA COMPRA NA BLACK FRIDAY

ARTIGO DO ADVOGADO PASQUAL JOSÉ IRANO Black Friday – “sexta-feira negra” na língua mãe – …

Facebook
Twitter
LinkedIn