AVALIAÇÃO DO CAGED DE OUTUBRO DE 2019 MOSTRA MELHORA NA EMPREGABILIDADE NA RMC

Avaliação do Departamento de Economia da Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), aponta que em Campinas foram contratados no mês de outubro deste ano, 268 trabalhadores, cerca de 54,88% menos que as 594 contratações registradas em outubro de 2018.  No acumulado do ano de janeiro a outubro, foram 3.629 contratações, cerca de 38,41% menor que as 5.892 contratações registradas no mesmo período de 2018.

No acumulado de 2019, as melhores performances em Campinas foram Serviços e a Construção Civil, que juntos contrataram 4.925 trabalhadores; e as piores, Indústria, Comércio, Administração Pública e Agropecuária que, juntos, demitiram 1.432 trabalhadores.

Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) foram contratados em outubro deste ano, 1.362 trabalhadores, cerca de 0,66% menos que os 1.371 postos de outubro de 2018.  No acumulado deste ano de janeiro a outubro, foram criados 17.983 postos, cerca de 15,51% acima das 15.569 contratações do mesmo período de 2018.  As melhores performances de outubro de 2019 foram Serviços e mais especificamente o Comércio, que juntos contrataram 1.986 postos; as piores performances ficaram com a Indústria, Construção Civil, Administração Pública e Agropecuária, que juntos eliminaram 624 postos.  Nas 20 cidades da RMC, os destaques, no acumulado do ano foram: Campinas, com 3.629 contratações; Indaiatuba, com 2.653; Santa Bárbara d’Oeste, com 1.460; Sumaré, com 1.301; Itatiba com 1.215, e Paulínia com 1.213 contratações.

No âmbito nacional, os números do CAGED de outubro de 2019 demonstra que foram admitidos 1.365.054 e demitidos 1.294.202 trabalhadores, resultando na contratação líquida de 70.852 trabalhadores. Quando comparado com outubro de 2018, que foi de 66.605 contratações, percebe-se uma expansão de 6,38%.  Em relação ao acumulado do ano de janeiro a outubro de 2019, foram contratados 841.589 trabalhadores, que, comparado com os 790.579 trabalhadores de 2018, resultou em uma alta de 6,45%.  Em relação aos últimos 12 meses, foram contratados 562.186 trabalhadores, cerca de 26,48% acima dos 444.483 trabalhadores contratados em 2018.  Esse saldo de outubro de 2019 demonstra que pelo 7º mês consecutivo houve um saldo positivo de emprego no País. O destaque ficou com o setor de Comércio, que vinha demitindo mais trabalhadores, mas em outubro deste ano, registrou  a criação de 43.972 postos.  O setor negativo ficou com a Agropecuária, que demitiu 7.819 trabalhadores.

Os números do CAGED de outubro de 2019, nacionalmente, foram positivos, mas na Região e em Campinas, o emprego está menos ativo que no País, apresentando certa objetividade na RMC. Em Campinas, os dados estão quase 40% piores que na Região e muito mais na avaliação Nacional. “Isso mostra que o índice de desemprego está, em Campinas, quase no mesmo nível do nacional, que aponta um desemprego de 12%, e Campinas está em 11,4% da População Economicamente Ativa (PEA), com mais de 85,4 mil desempregados”, afirma o economista da ACIC, Laerte Martins.

 

Foto: Economista da ACIC, Laerte Martins.

Crédito: Tatiana Ferro

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AUDITOR DA BAKER TILLY AVALIA OS IMPACTOS DA LGPD PARA EMPRESAS E CONSUMIDORES

Embora esteja cada vez mais perto de entrar em vigor, em agosto deste ano, pesquisas …

Facebook
Twitter
LinkedIn