HARMONIZAÇÃO OROFACIAL PROPORCIONA EQUILÍBRIO FUNCIONAL E ESTÉTICO

Com a finalidade de alcançar o equilíbrio funcional e estético da face, a harmonização orofacial é uma das especialidades da odontologia mais procuradas no momento. Procedimentos como aplicações de toxina botulínica, preenchimentos faciais, tratamentos de lipoplastia facial por meio de técnicas químicas ou mecânicas, cirurgias de bichectomia e técnicas para a correção dos lábios (liplifting) estão no topo da lista.

De acordo com a Dra. Flávia Gorino, da Clínica Odontológica AltroVilela, em Campinas, os procedimentos variam de acordo com os resultados desejados por cada paciente. “Às vezes é necessário utilizar mais de uma técnica, mas sempre visando o conservadorismo biológico, respeitando as etapas de cicatrização do organismo, os limites de cada tratamento e, claro, do indivíduo”, ressalta.

Ligada à harmonização orofacial, a reabilitação oral também é uma grande aliada para o sucesso dos procedimentos. No entanto, a profissional explica que é preciso analisar o paciente como um todo, fisiologicamente e psicologicamente, atentando-se aos ossos, dentes, gengiva, músculos, tecidos e observando suas emoções, desejos, autoaceitação e qualidade de vida.

O procedimento ainda requer outra análise completa do cirurgião-dentista, que observa a integração da face com os olhos, nariz, sorriso, dentes, posicionamento da articulação temporomandibular e outros elementos em busca de uma estética harmônica, equilibrada e funcional.

Essa atuação completa na odontologia, traz ao paciente possibilidades de diferentes tratamentos, muitas vezes menos invasivas quando comparados à cirurgia plástica. Por exemplo, um paciente esquelético classe II (que possui o queixo para trás), compensado ortodonticamente em classe I (mordendo adequadamente), consegue facilmente seu perfil facial desejado com preenchimento de ácido hialurônico na região de mento, um tratamento eficaz, seguro, reversível e confortável.

Flávia Gorino ressalta que os benefícios da harmonização orofacial são diversos e que, quando associados ao conhecimento da reabilitação oral, as especialidades se completam e proporcionam um resultado ainda melhor para os procedimentos realizados. “É como se a harmonização fosse a cereja do bolo da reabilitação”, finaliza.

 

Foto: Dra Flávia Gorino.

Crédito: Divulgação.

 

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ZURICH NO BRASIL ANUNCIA NOVO DIRETOR DE PERSONAL LINES

O executivo Rafael Ramalho é o novo diretor de Personal Lines da Zurich no Brasil, …

Facebook
Twitter
LinkedIn