CÂMERAS TÉRMICAS TRAZEM MAIS SEGURANÇA PARA A CIRCULAÇÃO DE PESSOAS

A pandemia causada pelo coronavírus impôs mudanças de comportamento para a população e estabeleceu uma reorganização das empresas e estabelecimentos, que passaram a seguir protocolos de segurança, a fim de reduzir a transmissão da doença.

Desde que foi liberado o retorno das atividades, ainda que de forma restritiva, shoppings, supermercados, escolas, entre outros espaços comerciais passaram a aferir a temperatura corporal das pessoas, por meio de termômetros infravermelhos em formato de pistolas, entre outras medidas de prevenção e controle. Além dessas pistolas, novas tecnologias vêm sendo desenvolvidas com o objetivo de reduzir a disseminação da covid-19 em locais públicos e privados.

As câmeras térmicas Unitronix, desenvolvidas pela Pumatronix, estão entre as inovações que, apoiadas pela inteligência artificial, permitem detectar a temperatura corporal. Elas trazem ainda outras funcionalidades, como a vinculação de informações de identificação facial, que possibilita configurar o valor limite de temperatura.

De acordo com o diretor de Inovação da Pumatronix, Ricardo Anselmo Andriani, a leitura é feita por meio de sensores, o que permite terceirizar para a máquina a triagem de pessoas que possam apresentar temperatura acima da média, e evitar que elas ingressem no estabelecimento – emitindo alarmes. “Com as câmeras Unitronix, também é possível monitorar filas com grande fluxo de pessoas e auxiliar a gestão do ambiente”, explica.

Quanto ao valor limite de temperatura para autorizar ou não o acesso ao local, Andriani explica que a faixa de medição varia entre 30° e 45° C, e a precisão gira em torno de 0,1°C. Em relação à distância utilizada para a medição, ele comenta que, quando é utilizado o sensor de pulso, a aferição pode ser feita entre 1 e 2,5 centímetros. Já no caso da câmera termográfica, ela pode chegar a vários metros.

Solução utiliza a inteligência artificial

As câmeras térmicas embarcadas na inteligência artificial também fazem o processamento e tratamento de imagens, a fim de detectar se alguém está ou não usando máscara. Outra funcionalidade é fazer a identificação e controle de acesso dos funcionários, com taxa de reconhecimento facial superior a 99%.

A tecnologia traz ainda a opção de gerar alarmes sonoros ou luminosos em caso de temperatura anormal ou falta do uso de máscara, possibilitando que a supervisão local possa tomar a providência necessária. E para a segurança do ambiente, há um detector de metais com níveis de sensibilidade ajustáveis, que permite a detecção eficaz de objetos proibidos. “O desenvolvimento de novas tecnologias contribui diretamente para a segurança de todos e, nesse momento, adquirir soluções inteligentes para a medição de temperatura é imprescindível. Os equipamentos que emitem alarmes quando detectam falta de máscara e alta temperatura auxiliam na redução do índice de contágio interno em empresas, comércio, aeroportos, escolas, shoppings, hospitais e outros ambientes”, afirma o diretor de Inovação da Pumatronix, Ricardo Anselmo.

O principal atributo da Unitronix é a utilização do NVR (Network Video Recorder), sistema digital que captura, codifica e processa vídeo ou imagem no formato de dados por meio de câmeras. “O equipamento recebe as imagens das faces identificadas e as informações de temperatura, faz o armazenamento desses dados e emite relatórios em tempo real”, esclarece.

A segurança das pessoas deve ser prioridade, ainda mais no cenário atual, por isso a utilização de sistemas precisos com câmeras de sistema black body (um corpo negro de referência) é importante para garantir a assertividade na medição de temperatura – sem mascarar os resultados. “A grande reflexão é como as empresas estão se preparando para o futuro, pois assim que a pandemia acabar, será necessário revisar os protocolos atuais de segurança nas empresas e locais públicos, de modo que se possa mitigar ao máximo a proliferação de qualquer ameaça”, reforça Juliana Panisson, coordenadora de Marketing da Pumatronix.

A Pumatronix é uma indústria brasileira, líder em desenvolvimento de soluções para ITS (Sistemas de Transporte Inteligente) de alta tecnologia na captura e processamento de imagens e leitura de placas de veículos (OCR/LPR). Os constantes investimentos em P&D resultam em soluções inovadoras para mobilidade urbana e rodoviária, contribuindo assim para a modernização de Cidades Inteligentes.

 

Foto 1 – Câmeras térmicas Pumatronix.

Foto 2 – Reconhecimento facial e verificação de temperatura.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ZURICH NO BRASIL ANUNCIA NOVO DIRETOR DE PERSONAL LINES

O executivo Rafael Ramalho é o novo diretor de Personal Lines da Zurich no Brasil, …

Facebook
Twitter
LinkedIn