CAMPINAS VAI OFERECER CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA EMPRESAS EM GESTÃO DA INOVAÇÃO

Um projeto-piloto da
Prefeitura de Campinas (SP) vai fortalecer empresas de tecnologia e de base
tecnológica para que elas se tornem inovadoras e competitivas em seus mercados
de atuação. A partir desta semana, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento
Econômico, Social e Turismo abre inscrições para o 1º Curso “Capacitação de
Empresas em Gestão da Inovação, Inteligência de Negócios e Propriedade
Intelectual”, que vai treinar e qualificar representantes de todas as empresas
de base tecnológica situadas em Campinas, capacitando o empreendedor para o
desenvolvimento, comercialização e proteção do seu produto ou serviço de forma
estruturada.

A prefeitura tem como
parceiros neste projeto a Agência de Inovação da Unicamp, o Centro Nacional de
Pesquisa em Energia e Materiais e a Finep (Agência Brasileira de Inovação).
Tanto o curso quanto as inscrições são gratuitos. Há 40 vagas para empresas de
perfil de tecnologia e base tecnológica e a prioridade é atingir os
empreendedores das 54 empresas incubadas deste setor na Companhia de
Desenvolvimento do Polo de Alta Tecnologia (Ciatec), Incubadora da Unicamp
(Incamp), Softex e CPQD.

Campinas tem, no total, 250
empresas de tecnologia. Segundo Andréa Santos, uma das idealizadoras do projeto
na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo, a capacitação vai
atender primeiramente as empresas incubadas, mas isso não exclui as que estão
fora dessa condição.

A primeira turma terá aulas
nos dias 23 e 24 de maio em quatro módulos e estão previstas mais duas turmas
de 40 alunos cada uma até o final deste ano, sendo uma em agosto e outra em
novembro. O conteúdo programático será o mesmo para todas as edições do curso.

As aulas serão ministradas
por especialistas da Secretaria de Desenvolvimento, da Inova, CNPEM e Finep. A
expectativa da secretaria é beneficiar 150 empresas com este perfil até o final
de 2013.

O conteúdo do curso
compreende desde estratégias, ferramentas de inovação e inteligência de
negócios, os aspectos jurídicos relacionados à proteção do conhecimento, propriedade
intelectual e transferência de tecnologia, transferência de conhecimento e
apresentação de novas tecnologias até mecanismos de financiamento da inovação e
das configurações estratégicas para internacionalização.

O secretário de
Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo, Samuel Rossilho, considera o curso
é extremamente importante e fortalece a vocação de Campinas como polo de
tecnologia. “No contexto do Plano Campinas Empreendedora, a capacitação de
empresas para a inovação, com focos em gestão, inteligência de negócios e
propriedade intelectual, significará o aumento de sua competitividade no
mercado e a melhoria de seus processos internos”, justifica.

 
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL PROMOVE WORKSHOP GRATUITO SOBRE SEGURANÇA EM ROBÔ COLABORATIVO EM SÃO PAULO

A multinacional alemã fabricante de produtos para as áreas de segurança e automação industrial, Pilz …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn