REGIONAL DO SECOVI-SP EM CAMPINAS DISCUTE PLANEJAMENTO URBANO DA CIDADE

Com o
objetivo de discutir a mobilidade urbana na cidade, a regional do Secovi-SP
(Sindicato da Habitação) em Campinas, promoveu, em sua sede, um encontro com
empresários e representantes da Prefeitura de Campinas. Na ocasião, foram
discutidos temas como o crescimento das cidades, municípios inteligentes e
sustentáveis do futuro e, principalmente, o papel da mobilidade urbana dentro
do planejamento público.

De acordo
com o Presidente da Associação para o Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis
(ADSUS), Agenor Cremonese, a cidade
nasce dentro de sua própria estrutura. “Por isso, um planejamento urbano que
une mobilidade e sustentabilidade é o grande desafio”, disse.

O Secovi-SP,
defende que para um planejamento urbano eficiente, que acompanhe o rápido
crescimento dos municípios, é preciso que haja a união entre empresários, poder
público e sociedade. Somente com essa integração será possível adaptar os novos
modelos de cidades, de maneira a desenvolver mecanismos de gestão e diferentes
formas estruturais de governo. “A
atitude do empresário e do poder público devem ser diferentes. Além disso, a
sociedade deve estar interligada e voltada para os mesmos objetivos para que um
planejamento de boa qualidade possa ser feito e executado”, afirma o Pró reitor
da Universidade Secovi, João Crestana.

O diretor
geral do Secovi-SP em Campinas, Fuad Jorge Cury, apontou que a mobilidade
urbana é o grande desafio em Campinas. A vida concentrada em determinadas
regiões exige planejamentos mais eficientes. Além disso, a questão da
sustentabilidade está ligada ao desenvolvimento consciente do espaço urbano e,
principalmente, à preservação do meio ambiente e à produção de riquezas com
responsabilidade e respeito à natureza. “É preciso definir onde queremos chegar e, com isso, ter a visão de
futuro. O governo representa um movimento social e, portanto, a atitude de
engajamento deve também partir da sociedade. É preciso que haja parceria e comprometimento
de todas as partes”, disse.

A mobilidade
urbana deve interagir não apenas com as questões relacionadas ao trânsito, mas
também com o sistema viário e de transportes, motorizados ou não. Em Campinas,
o planejamento está focado em locais que exigem uma infraestrutura de ponta,
como é o caso do Aeroporto de Viracopos. Para o Secretário de Planejamento e
Desenvolvimento Urbano, Ulysses Semeghini, o planejamento de Viracopos visa aumentar a qualidade do aeroporto, bem
como valorizar o seu entorno e garantir a dignidade da população que vive ao seu
redor. Além disso, o Plano Viário está sendo elaborado de forma a levar
infraestrutura de ponta ao local.

Já o
Secretário de Meio Ambiente, Rogério Menezes, afirma que o grande desafio do planejamento urbanístico
está em atender a demanda de uma infraestrutura de qualidade. O limite está na
disponibilidade de recursos naturais, como a água. De acordo com
o Secretário, é preciso organizar a estrutura ambiental, já que a escassez
desse recurso pode ser um problema no futuro.

Outro
desafio é a mudança de paradigmas, como destaca a Secretária de Urbanismo,
Silvia Faria. Para ela, a cidade não pode ser vista como “retalhos”. É preciso
enxergar o todo para que novas ideias surjam e o planejamento urbano seja feito
de forma inovadora e eficiente.

Diante
desse cenário, o encontro discutiu a importância do planejamento urbano quando
o assunto envolve mobilidade e crescimento das cidades. O Secovi-SP teve como
objetivo demonstrar os diferentes lados das Secretarias e, principalmente,
discutir um tema tão importante para os empresários, poder público e sociedade
campineira, a fim de que um planejamento concreto e eficiente seja elaborado. “Eu fiquei muito satisfeito com a iniciativa
da Regional do Secovi-SP em promover esse encontro. Sem dúvida, é de extrema
importância que aconteçam essas discussões para garantir um futuro mais
promissor e inteligente à cidade de Campinas”, afirmou o Secretário de
Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Ulysses Semeghin.
 
O Secovi-SP é o maior sindicato do setor
imobiliário da América Latina, e desde 1946 atua para o fortalecimento do
mercado. É o legítimo representante dos condomínios e das empresas de
loteamento, incorporação, compra, venda e locação de imóveis, administradoras
de condomínios, flats e shopping centers na maioria dos municípios de São
Paulo.
Com o
objetivo de estar cada vez mais perto dos seus representados, o Secovi-SP mantém escritório regional
em Campinas, oferecendo atendimento diferenciado e qualificado aos condomínios
e empresas associados e cadastrados. Sua área de atuação abrange, também, 46
municípios vizinhos. O Sindicato atua fortemente na região, para que o
crescimento das cidades e do setor imobiliário aconteça de forma organizada e
sustentada.

Está
presente, também, na Baixada Santista, Bauru, Grande ABC, Jundiaí, São José do
Rio Preto, Sorocaba

 
 
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

HÁ DIFERENÇA ENTRE PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE DE DOENÇAS?

Inúmeras enfermidades importantes podem ser evitadas com prevenção. E o antecipar-se a problemas de saúde …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn