CASA REVIVA INAUGURA A PRIMEIRA EXPERIÊNCIA DE LOJA CONCEITO NO RIO DE JANEIRO

Os shoppings Rio Design Leblon e Rio Design Barra, no Rio de Janeiro, abrem suas portas para as duas primeiras unidades nacionais da Casa Reviva Conceito. Atentos à nova tendência mundial do mercado contemporâneo, os centros comerciais do grupo Ancar Ivanhoe aderiram ao propósito de ressignificar o consumo a partir da mudança de vidas promovida pela ONG Reviva.

Muito além de um negócio, a Casa Reviva Conceito é importante ferramenta para garantir direitos humanos e reforça os objetivos de ampliação da Rede Reviva, formada por empreendimentos econômicos solidários que apoiam a ONG no movimento pela transformação de comunidades do Brasil e da África.

Numa época em que a retomada dos negócios se apresenta como desafio, a Casa Reviva não fechou nenhuma das três unidades abertas em São Paulo (Alto de Pinheiros, Pinheiros e Morumbi) entre 2018 e 2019, nem a que abriu na Barra no início deste ano. Bruno Silvestre e Beatriz Marcelino, que estão à frente do projeto e fundaram a ONG Reviva em 2013, encararam o desafio das aberturas das duas lojas do Rio Design, em novembro de 2020, com apenas 20 dias de diferença. Tudo em prol da oportunidade de acelerar a transformação comunitária de Jardim Gramacho, na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, e na região remota de Nampula, em Moçambique, na África, gerando empregos, educação e renda para diversas famílias.

Loja conceito

Além de uma seleção apurada de itens de moda, decoração, design, bem-estar, cosméticos e gastronomia de mais de 50 artesãos e produtores brasileiros, os clientes poderão encontrar também artistas renomados como Patrícia Maranhão e itens da Ilha do Ferro, oferecidos pela parceria com a Annesso – importante marca de obras de arte e de itens artesanais de decoração com assinatura exclusiva e que incentivam comunidades de todo Brasil.

Inaugurar o projeto dentro dos Rio Designs, para Bruno, é algo fundamental ao sucesso do negócio. “Vamos levar toda nossa experiência humana de marca e chegar, pela primeira vez, na Zona Sul do Rio de Janeiro, além de reforçar a valorização da arte e do artesanato brasileiro e apresentando realidades tão próximas que precisam tanto ser transformadas”, acredita Bruno Silvestre, um dos idealizadores da Casa.

Iluminação, música, ambiente, cheiro, posicionamento dos produtos e atendimento personalizado marcam as lojas-conceito. “Quando levamos a assinatura conceito para essas lojas, queremos trazer a ideia da concepção de novos formatos, produtos diferenciados e artistas que só serão encontrados dentro destes espaços.”, explica

A Rede Reviva idealizada pelos entusiastas sociais Bia Marcelino (25) e Bruno Silvestre (27), a curadoria é sustentada pelo nível de impacto sociocultural e ambiental dos produtos feitos por artesãos brasileiros, a fim de promover novas formas de consumo e processos de produção conscientes e justos para o entorno.

Sem fins lucrativos e fundada em 2013, a ONG Reviva é amparada, além dos espaços físicos lojas, pela marca de bem-estar Sinta-se em Casa e a grife de roupas Voz, com lucro de cada peça integralmente doado para a organização. Além disso, somam-se as expedições humanitárias em comunidades do Brasil e Moçambique. Nos locais onde resolveu atuar, a Reviva promove oficinas de estamparia de tecidos, capacitação de professores para ministrar aulas nas escolas locais. Tem como objetivo ainda a criação de postos de trabalho e uma fábrica de tecidos reciclados no Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro.

 

Foto 1 – Casa Reviva Conceito Rio Design Barra.

Foto 2 – Casa Reviva Conceito Rio Design Leblon.

Crédito: Victor Balde

 

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ LANÇA MUNDIALMENTE RELÉ myPNOZ, CONSIDERADO UM MARCO DA AUTOMAÇÃO SEGURA

Em fevereiro deste ano, simultaneamente com a matriz, na Alemanha, e demais companhias do grupo, …

Facebook
Twitter
LinkedIn