PROGRAMA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DA PREFEITURA DE HORTOLÂNDIA FORMA MAIS 45 APRENDIZES

A noite da última quarta-feira (13/11) foi de emoção para os formandos do Programa de Economia Solidária da Prefeitura de Hortolândia (SP). Mais 45 aprendizes receberam certificado de conclusão dos cursos de Artesanato em Feltro e Patchwork. O evento lotou o auditório do Centro de Formação dos Profissionais em Educação “Paulo Freire”, no Remanso Campineiro. Além de alunos e familiares, a cerimônia contou com a presença do diretor do Departamento de Geração de Renda e Economia Solidária da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, Gérson Ferreira, das chefes de Setor Priscila Vicente (Economia Solidária) e Cláudia Maria Melo da Silva (Geração de Renda e Empreendedorismo) e do presidente da Câmara, vereador Valdecir Alves Pereira.

Iniciados em agosto deste ano, os cursos gratuitos, com duração de três meses, foram promovidos pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, tendo como professora a artesã Maria Alice Lima Moreira. Com esta etapa concluída, já chega a mais de 100 o número de moradores de Hortolândia beneficiados por capacitações voltadas à geração de renda, no âmbito da Economia Solidária. “Agradecemos pela oportunidade. Iniciamos com 20 aprendizes, depois passamos para 40 e, hoje, temos turmas com 60 pessoas na Economia Solidária. Em 2020, nossa meta é ter 80 aprendizes e abrir novos cursos, como o de Costura Criativa e Cartonagem Ecológica”, anunciou Priscila Vicente.

Todos os alunos que passaram pelas seis turmas realizadas até agora no programa foram convidados a participar de uma Feira de Natal, somente com artigos artesanais. A ideia é que eles se revezem durante uma semana de dezembro, mostrando e vendendo ao público o que aprenderam nas aulas. Local e data ainda estão sendo definidos. “As ações da Economia Solidária estão dentro deste contexto de desenvolvimento econômico da cidade de Hortolândia, considerada hoje uma das 100 melhores cidades brasileiras para se investir. Elas propiciam geração de renda para os artesãos”, salientou Gérson Ferreira.

 

Foto: Formandos do Programa de Economia Solidária da Prefeitura de Hortolândia.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PRINCIPAIS COMPANHIAS ALEMÃS SE ENCONTRAM NA CONFRATERNIZAÇÃO DA AHK PARANÁ

Em mais uma edição, o Jantar de Confraternização da AHK Paraná reuniu os principais empresários …

Facebook
Twitter
LinkedIn