PAULÍNIA QUER REATIVAR POLO DE CINEMA

O novo prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho (PP) está desenvolvendo uma série de ações para recuperar a credibilidade da cidade. Nos últimos anos Paulínia enfrentou diversas crises políticas com constantes trocas de prefeitos na gestão passada que geraram insegurança jurídica e consequente descrédito da população. Uma das ações de Dixon Carvalho é de atrair investimentos para o Polo Cinematográfico e retomar as atividades do espaço sem gerar gastos para os cofres públicos municipais através de leis de incentivo à Cultura e parcerias com a iniciativa privada. O objetivo é recolocar o município em lugar de destaque no cenário cultural do país. Dixon, contudo, entende que a cidade passa por um momento crítico e afirma que outros investimentos serão tratados como prioridade no momento. “Apesar do alto orçamento, o desgoverno dos anos anteriores fez que nossa cidade enfrentasse problemas em serviços essenciais como Saúde, Segurança, Transportes e Emprego. Nossa preocupação inicial será colocar a casa em ordem. Porém, neste primeiro momento, queremos iniciar os trabalhos na área da Cultura através da atração de investimentos que ajudarão a reativar e ampliar as atividades de dança, teatro e do Polo Cinematográfico, recolocando Paulínia na rota das grandes produções”, disse.

DCIM100MEDIADJI_0015.JPG

Para cumprir a missão, Dixon nomeou o crítico de cinema Rubens Ewald Filho, que desde 1º de janeiro é o novo secretário de Cultura do município. “Além de sua indiscutível capacidade técnica para administrar a pasta, reconhecida por seu notório saber, Rubens tem excelente circulação no meio cultural e nos ajudará a atrair investimentos e colocar nossos projetos em prática. Acredito que conseguiremos manter a autossustetabilidade do Polo, através das Leis de Incentivo à Cultura do Governo Federal e parcerias com a iniciativa privada, como a parceria firmada com a Rede Record de Televisão, por exemplo”, ressalta.

Em 2015 e 2016, a gravação da novela Escrava Mãe, da Rede Record, atraiu cerca de R$ 10 milhões em investimentos para a cidade e gerou mais de 400 empregos diretos, além de movimentar hotéis, restaurantes e comércio. “Essa foi uma parceria firmada através de um trabalho desenvolvido pelo vice-prefeito, Sandro Caprino. Portanto, temos certeza que é possível sim reativar o Polo, sem que seja preciso realizar grandes investimentos. A era de prêmios milionários entregues com dinheiro do povo de Paulínia chegou ao fim. Queremos sim recolocar nossa cidade em posição de destaque, aproveitando todo o potencial e estrutura já existentes. Porém, será preciso agir com responsabilidade e, principalmente, com a gestão adequada dos recursos públicos”, garante.

O prefeito adianta ainda que o Ministério da Cultura já demonstrou claro interesse em destinar verbas ao município para a reativação do Museu de Paulínia e para que seja dado prosseguimento ao projeto do Museu do Cinema, ambos instalados nas dependências do Polo Cinematográfico.

Com investimentos de R$ 490 milhões, o Polo Cinematográfico de Paulínia possui estúdios de gravação, que incluem sala para produção de animações lego (Stop Motion), estúdio para edição de efeitos especiais, escritório de captação de projetos, shopping e rodoviária. Até 2013, cerca de 40 filmes já haviam sido gravados nas instalações. Destaque para os longas “O Palhaço”, “De Pernas Pro Ar” e o “O Homem do Futuro”.

Foto: Polo Cinematográfico de Paulínia.

Crédito: Divulgação.

Veja também

Dane Aimage004

VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO: VOCÊ SABE QUEM REGULAMENTA ESSE ASSUNTO NO BRASIL?

ARTIGO DO DIRETOR SUPERINTENDENTE DO INSTITUTO AVANZI, DANE AVANZI Os VANTs, veículos aéreos não tripulados, …

1 comentário

  1. Importante salientar que, além dos cargos comissionados impedidos de serem nomeados, Dixon conta também com uma boa lista de candidatos concursados já homologados desde junho de 2016 para serem contratados de imediato e darem apoio a estrutura organizacional pública, tornando a cidade melhor administrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *