CAFÉ CANECÃO PROJETA CRESCIMENTO DE LOJA VIRTUAL

O café Canecão, com sede em
Campinas (SP) prevê comercializar em 2013 o montante de  3,2 milhões de quilos de café com um
faturamento previsto de R$ 36 milhões. Em 2012 a empresa comercializou 2,65
milhões de quilos de café e chegou a um faturamento de R$ 30 milhões.  O Café Canecão comemorou 51 anos apresentando
seu plano de expansão para atender todo o Estado de São Paulo até 2020. O
diretor comercial do Canecão, Natal Martins, também comentou a expansão dos
negócios através da loja virtual da empresa (www.cafecanecao.com.br),
que comercializa todos os produtos da linha Canecão e com exclusividade pela
internet o mais novo lançamento gourmet da empresa, o Café Orchestra, em oito
opções de moagens.

Natal Martins explicou que a
loja virtual do Canecão permite um aprendizado constante sobre os hábitos de
consumo e os desejos dos consumidores. “Temos um aprendizado diário
através dos nossos consumidores que buscam a loja virtual. Fazemos pesquisas e
oferecemos promoções semanais para estimular as vendas. A loja virtual nos
permite uma evolução constante e a exposição da nossa marca em um mercado com
muito potencial de crescimento”, explica. O diretor do Canecão projeta
dobrar o volume de faturamento da loja virtual a cada ano, prevendo fechar 2013
em torno de R$ 40 mil e atingir em 2019, a marca de R$ 700 mil em vendas pela
internet.

Desde 2010, o Café Canecão passou a investir
na loja virtual. Para o diretor comercial do Café Canecão, Natal Martins, o
brasileiro compra muito pela Internet. “O brasileiro compra muito bens duráveis
como eletrodomésticos, computadores,  CDs
e livros, mas produtos de consumo como café e alimentos é uma coisa nova, então
a gente tem que aprender com  esse
público para estimulá-lo a comprar na loja virtual. Isso tem sido para nós um
aprendizado muito forte “, diz.

Para Natal Martins, uma solução que vem dando
certo é a venda com promoções e com distribuição de brindes. É uma forma muito
forte de interação com o cliente . “A loja não se paga, mas a nossa marca está
sempre presente. Não podemos esquecer que o nosso merchandising  está sendo feito. Acreditamos  que para 
o final de 2019 ou 2020 a nossa loja vai estar consolidada com um
faturamento anual muito interessante”, diz.

Um levantamento feito pelo Café Canecão em
sua loja virtual mostra que a maioria que compra é o público masculino. Esse é
um dado muito interessante, no entanto a gente não pode esquecer que tem que
procurar esse público feminino também. Tem que de alguma forma a nossa
comunicação ser forte também com esse público, para que as mulheres, que são
aquelas que decidem a compra, também desenvolvam o hábito de comprar pela
Internet”, avalia.

Em 2011 o público feminino respondia por
37,5% das compras feitas na loja virtual, enquanto que o masculino era de
62,5%. Em 2012 o público feminino passou para 40,63% e o masculino de 59,38%.
Em 2013 até o dia 10 de julho o público feminino é de 37,5% e o masculino
62,5%.

Natal Martins conta que quando foi lançada a
loja virtual o objetivo era de atender pequenas pessoas jurídicas como clínicas
médicas e dentárias, escritórios de advocacia, no entanto, a maioria que compra
pela Internet são pessoas físicas. Em 2011º número de pessoas físicas era de
61,54% e de pessoas jurídicas de 38,46%. Em 2012 esse percentual passou para
72,73% pessoas físicas e de 27,27% de pessoas jurídicas. Nesse ano até o dia 10
de julho o percentual de pessoas físicas está em 82,76% e o de pessoas
jurídicas em 17,24%.

Outro ponto importante do levantamento se
refere à faixa etária dos consumidores. 
O público de 18 a 27 anos que comprava pela loja virtual em 2011
correspondia a 12,5%. De 28 anos a 37 anos era de 25%. De 38 a 47 anos, o
percentual era de 18,75%. Já o público de 48 a 57 anos era de 25% e acima de 58
anos de 18,75%. No ano passado houve uma redução do público de 18 a 27 anos
para 3,13%. Já os consumidores de 28 a 37 anos também apresentou uma redução
para 15,63%. De 38 a 47 anos houve um crescimento para 28,13%. O público de 48
anos a 57 anos saltou para 40,63% e o público acima de 57 anos caiu para 12,5%.
Em 2013 até o dia 10 de julho o índice de faixas etárias nas compras pela
Internet apresentou certo equilíbrio. Para a faixa etária de 18 a 27 anos o
percentual está em 16,67%. O mesmo percentual para a faixa etária de 28 a 37
anos. As faixas etárias de 38 a 47 anos e acima de 58 anos ficaram em 25% cada
uma. Já a faixa de 48 anos a 57 anos está em 16,67%.

O diretor comercial do café Canecão, Natal
Martins, acredita que seja uma tendência um aumento de público com uma idade
mais elevada pela Internet, pois é um público que possui mais tempo para
pesquisar na Internet. “Muitos deles são aposentados, então tem como estar
procurando alternativas. A nossa loja é muito interessante em alguns produtos.
Nós temos promoções semanais com 20% de desconto no produto, portanto quem está
atento às nossas promoções compra muito e com muita vantagem”, diz.

Natal
Martins valia para 2013 a loja virtual deve faturar R$ 34,3 mil. Para 2014, a
projeção é que a loja atinja um faturamento de R$ 68,6 mil. Para 2019, a
perspectiva é de a loja virtual do Café Canecão chegue a um faturamento de R$
694,57 mil.

Foto 1 – Diretor do Café Canecão, Natal Martins

Foto 2 – Linha de Produtos Canecão.

Foto 3 – Preparo Café Orchestra.

Crédito Roncon & Graça Comunicações

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PROFISSIONAIS FORMADOS PELA FACAMP OBTÊM SUCESSO NO MERCADO DE TRABALHO

Se o ingresso na universidade constitui um grande desafio na vida do jovem, a etapa …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn