DIGISYSTEM CRIA ÁREA DE DATA & RISK PARA AUXILIAR EMPRESAS NA GESTÃO E JORNADA DE DADOS

A Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD (Lei 13.709, de 2018) entrou em vigor recentemente no Brasil para regulamentar o tratamento de dados de usuários, por empresas públicas e privadas. Neste contexto, a Digisystem, companhia brasileira fornecedora de soluções de negócios baseadas em tecnologias avançadas que ajudam as empresas a passarem pela jornada da transformação digital, acaba de anunciar uma nova área de negócio, de Data & Risk, para oferecer às empresas soluções completas de gestão de dados de maneira integrada. O projeto é focado em soluções IBM alinhadas à jornada e a proteção de dados que incluem processos de data lake, analytics, business intelligence, machine learning, deep learning e inteligência artificial. O objetivo é levar às corporações análises preditivas de dados a fim de orientá-las na tomada de decisão, além da complementação das etapas da jornada de dados.

Criada no início do segundo semestre de 2020, a área já está em operação para auxiliar as empresas na adequação à LGPD, garantir a segurança dos dados e para alavancar os negócios baseados em análise estatística de mercado, utilizando Big Data ao seu favor. De acordo com o Diretor Executivo de Data & Risk da Digisystem, Wagner Hiendlmayer, combinando o momento e a maturidade do mercado atual com a aliança com a IBM, a Digisystem conseguiu desenvolver uma visão diferenciada da jornada de dados das empresas por meio da nova área. “Somos o único parceiro IBM que oferece soluções para a jornada completa dos dados até a transformação digital. Por meio desta iniciativa foi possível materializar o conceito de Data Risk Management em todas as etapas da jornada de dados, desde a criação de um data lake até entrega de insights preditivos com machine learning, passando pelos processos de integração e BI”, afirma.

Hiendlmayer explica ainda que a área conta com o princípio de uma gestão estratégica dos dados, que possibilita agregar valor às informações já coletadas e presentes nas organizações, por meio da transformação dos dados relevantes para a tomada de decisão. “Quando analisamos o mercado atual e suas exigências, percebemos o valor da entrega dessas demandas com uma visão estratégica e/ou estatística dos dados que garante a análise de segurança necessária para que este dado esteja corretamente armazenado, seguro e confiável”, explica.

Tecnologia inovadora alinha à segurança de dados

Segundo Hiendlmayer, a inovação não está apenas nas soluções, mas também nos métodos aplicados no processamento dessas informações. “O mercado precisa enfrentar e se adequar a duas grandes mudanças, uma regulatória que é a LGPD, e outra cultural, que são os impactos de consumo relacionados à pandemia do COVID-19. Em ambos os casos, será através desta inovação que as empresas irão identificar os novos diferenciais competitivos”, aponta.

O executivo enfatiza que a Digisystem possui uma sólida parceria com o escritório especializado na legislação da LGPD, Machado Nunes, para oferecer às empresas planos de ação completos que analisam três pilares: Tecnologia, Processos e Legal. “O mercado está pressionado por questões regulatórias. O processamento dessas informações, por meio de modelos preditivos com uso de inteligência artificial pode trazer as respostas necessárias de como as companhias devem se reinventar para oferecer diferenciais aos clientes em todos os segmentos”, afirma Hiendlmayer.

Profissionais híbridos e preparados para atender novas demandas

O time da área de Data & Risk da Digisystem é formado por analistas de processo, analistas de negócio, engenheiros, cientistas de dados e analistas de segurança da informação. “Uma característica importante dos projetos da nova área é que possuímos profissionais híbridos e com capacidades multidisciplinares (além das suas especializações). Isto nos permite utilizar estes mesmos recursos em outras áreas de negócio da empresa. Houve uma importante movimentação na estrutura da Digisystem para concretizar essa nova área de negócio para viabilizar a contratação de times altamente especializados”, conta Hiendlmayer.

Hiendlmayer destaca que, por conta do DNA desta área ser a jornada de dados, os clientes caracterizam-se por serem empresas de médio e grande porte, com volumes consideráveis de informações a serem processadas e protegidas. “Embora cada projeto conte com características únicas, a replicação dos modelos aplicados nos diferentes segmentos é uma expectativa dessa nova área”. Em 2020 a Digisystem concentrou e reduziu suas áreas de negócio e contou com expectativas positivas para cada área de negócio. “Entendemos ser absolutamente relevante o sucesso desta nova BU, não apenas em termos de faturamento, como também pela diversificação do portfólio da companhia”, finaliza.

A Digisystem é uma empresa 100% brasileira, com 30 anos de experiência e unidades de negócios focadas nas tecnologias mais avançadas, capaz de entender as necessidades dos clientes e propor soluções de negócios end-to-end desde a consultoria, planejamento, processos, implementação e sustentação, para ser o melhor parceiro na jornada da transformação digital. A companhia possui relação próxima e de confiança com os principais provedores/fabricantes de tecnologia, com parcerias estratégicas com IBM | UiPath | Philips | Microsoft | Oracle | WMWare | Symantec | Veritas | CommVault. A Digisystem conta com mais de 1.000 profissionais atuando em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Maranhão, Amazonas, Piauí, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Atende mais de 300 clientes dos segmentos de educação, governo, indústria, saúde, finanças, utilities e varejo.

 

Foto: Diretor Executivo de Data & Risk da Digisystem, Wagner Hiendlmayer.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ZURICH NO BRASIL ANUNCIA NOVO DIRETOR DE PERSONAL LINES

O executivo Rafael Ramalho é o novo diretor de Personal Lines da Zurich no Brasil, …

Facebook
Twitter
LinkedIn