TECNOLOGIAS DE FIBRAS ÓTICAS SÃO O FUTURO DA “SOCIEDADE GIGABIT” E DAS TELECOMUNICAÇÕES NO MUNDO

O recente estudo internacional do Grupo Prysmian, líder global em cabos e sistemas para os setores de energia e telecomunicações, mostra que as tecnologias de fibras óticas serão o fuPrysmianunnamed (12)turo das telecomunicações no mundo.

Apresentado recentemente no Parlamento Europeu, o estudo aponta a necessidade de investimentos em infraestrutura de rede e cabeamento para atender a crescente demanda por conectividade, banda larga e maior capacidade de transmissão de dados.

O estudo conclui que, para ser coerente com as ambições e demandas da chamada Sociedade Gigabit, empresas e governos devem passar para a doutrina da neutralidade tecnológica no longo prazo e estabelecer programas contínuos de pesquisa e desenvolvimento, bem como políticas que atraiam investimentos adequados em infraestrutura de telecomunicações de próxima geração.

Philippe Vanhille, Vice-Presidente Sênior de Telecomunicações do Grupo Prysmian, comenta que o estudo serve de base para fomentar o debate e contribuir com a discussão regulatória sobre o futuro das telecomunicações no mundo. “Vamos continuar contribuindo com a nossa experiência e nossa visão de mercado para apoiar os legisladores europeus no desenvolvimento de políticas de longo prazo em telecomunicações”, ressalta.

A Prysmian Cabos e Sistemas, empresa líder global em cabos e sistemas para os setores de energia e telecomunicações. Detém toda a tecnologia de desenvolvimento e fabricação e, desde 1929, ano de sua fundação no Brasil, vem mantendo posição de liderança em soluções para cabos e sistemas em todo o mundo.

Dividida em três unidades de negócio – Energia (cabos terrestres e submarinos para a transmissão de eletricidade e distribuição), Telecomunicações (cabos e fibras ópticas para transmissão de dados, imagem e voz e cabos convencionais em cobre), e Oil & Gas (Umbilicais, Flexiveis, Cabos Downhole, onshore e offshore), o Grupo Prysmian está presente em todos os continentes. Na América Latina, a empresa conta com mais de 1 mil colaboradores, que são responsáveis pela produção de aproximadamente 60 mil toneladas de cabos por ano. No Brasil, com 25% de market share, a companhia possui sete unidades fabris localizadas em Santo André, Sorocaba (três fábricas), ambas no estado de São Paulo, Vila Velha e Cariacica situadas no estado do Espírito Santo e em Joinville, no estado de Santa Catarina.

Os principais produtos são fios e cabos elétricos, acessórios e serviços direcionados para os segmentos de transmissão e distribuição de energia, construção civil, indústria em geral, indústria automobilística, extração de petróleo, telecomunicações, transmissão de dados e fibras ópticas.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ESPECIALISTA APONTA CUIDADOS PARA EMPRESAS EM 2022

O Consultor e CEO do Grupo Bahia Associados, Jorge Bahia, cita que o cenário para …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn