COMO OS SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PODEM AJUDAR A ALAVANCAR OS NEGÓCIOS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS

ARTIGO DE FRANCIS IZZO

Nos últimos anos, o avanço tecnológico no Brasil tem sido cada vez maior e as empresas têm buscado na tecnologia a oportunidade de impulsionar o desenvolvimento dos negócios. De acordo com estudo da Associação Brasileira das Empresas de Softwares (ABES), em 2021, o país avançou 17,4% nos investimentos em tecnologia, se comparado a 2020. Diante disto, os Sistemas de Gestão Integrada (ERP), cumprem importante papel para alavancar o sucesso das empresas brasileiras e se destacam entre os diferentes modelos tecnológicos.

Para se ter uma ideia, a pesquisa “Agenda 2022”, elaborada pela consultoria Delloite, revelou que 96% dos entrevistados propõem manter ou ampliar os investimentos em aplicativos, sistemas e ferramentas de gestão. Neste sentido, é preciso entender a importância e o potencial dos ERPs dentro de uma companhia, os desafios da implementação e, principalmente, como eles podem aprimorar a gestão e potencializar os negócios.

Os principais desafios da utilização de Sistemas Integrados de Gestão nas empresas

Embora a utilização dos ERPs tenha se destacado nos últimos anos, as empresas ainda enfrentam alguns desafios no que diz respeito à implementação deste modelo tecnológico. O principal obstáculo, neste sentido, é entender o que, de fato, as companhias pretendem com a utilização da ferramenta. Ou seja, qual é o objetivo da adoção da solução e, principalmente, o que elas pretendem extrair deste tipo de recurso.

A partir disto, nas organizações que contam com uma linha de processos bem definida, a implantação ocorre de maneira otimizada, uma vez que as pessoas sabem o que pedir e o que precisam naquele determinado momento. Já as empresas que não contam com essa definição de processo, a implementação pode ser mais dolorosa, haja vista a necessidade de desenhar integralmente o processo junto com a empresa e realizar toda modelagem do sistema da companhia.

As vantagens de investir em Sistemas Integrados de Gestão

De um modo geral, um dos diferenciais dos ERPs é a universalidade do modelo, que pode ser utilizado em de empresas de todos os tamanhos, desde PMEs até multinacionais dos mais diversos segmentos, como de serviços, indústria, comércio de produtos em geral, varejo, hospitalar, planos de saúde, bem como transportadoras, entre outros.

A facilidade de integração de diversos setores dentro de uma empresa também impulsiona o interesse das companhias com relação a este modelo de tecnologia. Isto porque, o ERP, por tratar-se de uma ferramenta completa, centraliza a gestão de áreas diversas em um único software, reduzindo o custo de investimento em outras ferramentas, ao mesmo tempo em que proporciona vantagens competitivas às empresas, como automação de processos operacionais, gerenciamento de recursos, redução de tempo na execução de tarefas e, consequentemente, ganhos financeiros.

Estas vantagens financeiras podem ser potencializadas, ainda, na utilização da solução em Cloud, uma vez que oferece as mesmas funções e benefícios que a opção on premise, dispendendo, no entanto, dos elevados custos operacionais, de TI e de infraestrutura, além de redução no tempo de execução de tarefas operacionais por parte da equipe de TI, como realização de backups, manutenção, suporte, atualização de sistema, entre outros.

À medida que a tecnologia evolui, buscar simplicidade por meio da inovação pode ser a chave para crescer. Desta forma, seja para automatizar os processos, integrar as áreas de gestão ou aprimorar a eficiência financeira dos negócios por meio de uma tomada de decisão baseada em dados, os Sistemas Integrados de Gestão tornam-se soluções poderosas para intensificar o desenvolvimento tecnológico dentro das empresas e impulsionar a competitividade de mercado, nas mais diversas verticais.

 

Francis Izzo é Gerente de produto ERP do Grupo Benner, empresa que disponibiliza informações por meio de softwares e processos com o objetivo de revolucionar os negócios

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PRESIDENTE DO CIESP ALERTA QUE VETO À PRORROGAÇÃO DA DESONERAÇÃO DA FOLHA PREJUDICA EMPRESAS E TRABALHADORES

Rafael Cervone, presidente do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), alertou que …

Facebook
Twitter
LinkedIn